Sistemas Operacionais (Windows e Linux)










Olá concurseiros começaremos uma matéria nova relacionada a Sistemas Operacionais, é realmente cobrado em concursos, quanto o número de vídeos não existe uma determinação, mas asseguro aos Senhores que a matéria ministrada estará em consonância com o que é cobrado nos concursos.


Essa matéria têm mais de 6 horas e contêm 29 vídeo-aulas.



Cronograma do curso:

(Aula 01) Diferenças e Semelhanças entre o Sistema operacional Windows e Linux;
(Aulas 2.1 até 2.3) Sistemas de Arquivos (Windows e Linux);
(Aula 03) Questões para fixação da matéria;
(Aula 4.1) Windows XP- Desktop;
(Aula 4.2) Windows XP- Barra iniciar e Windows Explorer;
(Aula 4.3) Windows XP- Todos os programas
(Aula 4.4) Windows XP-Painel de controle;
(Aula 4.5) Windows XP- Atalhos e considerações;
(Aula 5.1 até 5.5) Questões para fixação da matéria;
OBS: As questões das aulas 5.1 até 5.5 versam sobre o Windows Xp, logo abrangem o que foi ministrado nas aulas 4.1 até 4.5.
Windows Seven (Aulas 6.1 até 6.5 );
Questões para fixação da matéria; ( Aula 07)
Linux (História, Programas e Comandos,Sistema de Arquivos-Aulas 8.1 até 8.5);
Questões para fixação da matéria (Aulas 9.1 até 9.3) .

Esse cronograma pode sofrer alterações, tenham paciência as questões serão gravadas a partir do dia 08 de junho de 2010.




Aula 1 (Sistemas Operacionais_Diferenças e Semelhanças)


video


Dicas: As diferenças entre os sistemas operacionais são muitas, dentre as quais podemos citar:

Gratuidade e Pago- O sistema Linux é um sistema livre(free) não precisa ser comprado, basta que o usuário saiba a versão do Sistema Operacional e baixe esse no sítio do fabricante, portanto o Sistema Operacional Linux é Copyleft,isto é, todos os direitos são livres, então é possível modificar o kernel desse sistema de forma a deixá-lo mais otimizado e com melhores condições de uso. No que se refere ao Sistema Operacional Windows qualquer versão é paga, destarte existe um custo para a aquisição do sistema, não é possível neste ter acesso ao kernel do sistema pois estar nas mãos do criador do Windows, a licença é Copyright, ou seja, todos os direitos reservados a empresa nesse caso a Microsoft.

Sistema de Arquivos - Tema muito abordado em provas de concurso, temos que saber que o Sistema Operacional Windows utiliza o Sistema de arquivos NTSF, o sistema de arquivo é nada mais que um programa que consegue alocar arquivos no disco rígido, nas primeiras versões do Windows (95 e 98) tinhamos o Sistema de arquivos FAT (16 e 32) mas caiu em desuso, tendo em vista, a velocidade de alocação dos arquivos. O S.O Linux possui uma tipo de sistema de arquivos diferente do Windows, seu sistema atual é o Ext 3 que possui um sistema de journalist (registro), significa que quando o computador é desligado repentinamente, os dados podem ser recuperados através de um registro que foi feito no Sistema. Salienta-se que já é possível nos Sistemas Operacionais mais recentes instalar o Sistema de Arquivo Ext 4 que creio que vária em relação ao Ext 3 o aumento da alocação de arquivos, antigamente o S.O Linux utilizava o sistemas Reiser Fs, Ext 2 e outros mais não são adequados serem instalados no Sistemas, tendo em vista, que consomem muita memória e desempenho do processador.

Participação - O Sistema Operacional Windows usa para divisão das partições primárias e lógicas as letras do alfabeto, exemplo:

Particão do Windows- (C:)
Arquivos - (D:)
Músicas - (M:)

O Linux não possui esse estilo de particão suas partições são classificadas em Sda1, Sda2, Sda3...

Outra diferença considerável é que o S.O Linux, quando instalado exige que seja destinado um espaço no disco rígido para a Memória Virtual mais conhecida como Memória Swap. No Windows esse processo é feito automaticamente.

Por que os Sistemas Operacionais utilizam a Memória Virtual (Swap)?

Imagine que seu sistema operacional estar executando um determinado aplicativo, digamos que ele é o Photoshop CS4 sua máquina que tem 1GB de memória usa todo espaço que têm para executar o aplicativo, o processador fica desesperado e procura alguém que o socorra, encontra o HD (Disco Rígido) para que disponibilize um pouco de memória, aliviando assim a Memória Ram.
Observe que a velocidade de transmissão da Memória Ram para o HD não tem como comparar, aquela possui uma velocidade superior a esta, então quando o processador procura o hd para solicitação da memória a transmissão é mais lenta, mas é o único jeito de aliviar a barra da Memória.


Quanto as semelhanças dos Sistemas Operacionais, citamos algumas mais importantes:

Multi-usuário- Significa que em ambos os sistemas é possível ter vários usuários.

Multi-tarefa- Podem ser executadas várias tarefas, exemplo:

Escutar Música, baixar um vídeo e escrever um texto ao mesmo tempo. Observe que o Processador executa um arquivo de cada vez, mas como a velocidade é de bilhões de hertz, nem observamos isso.

Multi-Processamento- Processamento de vários dados.


Sistema Operacional Monolítico- Sistema Operacional Monolítico é um termo oriundo dos estudos referentes a sistemas operacionais, que designa o modelo em que o sistema operacional é codificado por via de uma coleção de procedimentos, onde é permitido a qualquer um deles em qualquer parte do programa "chamar" outro procedimento.
    A organização mais simples de um sistema como um conjunto de procedimentos que podem interagir livremente umas com as outras.
    Pode ser comparada com uma aplicação que contém vários procedimentos que são compilados separadamente e depois linkados, formando um grande e único programa executável.
    Vantagem: – Grande desempenho
    Desvantagem: – O sistema pode parar por causa de um erro.
    - As interfaces e níveis de funcionalidade não são bem separados nem estão unificados. O excesso de liberdade torna o sistema vulnerável.


    Links da apostila da aula ministrada:


    MEGAUPLOAD - Download 



    Aula 2.1 (Sistemas Operacionais_Conceitos Básicos)
    video

    Dicas:
    Journaling- Imagine que você estar passando um arquivo de uma particão para outra e seu sistema operacional desliga seu computador de forma repentina,, é possível que você fique um pouco preocupado, mas temos uma solução é a utilização do recurso journaling que encontra disponível em vários Sistemas de Arquivos do linux com base no Kernel 2.4 como o EXT3 e Reiser Fs, neste recurso é possível recuperar os metadados dos arquivos, isto é, suas informações além de poder recuperar o arquivo se utilizarmos o padrão de sistema de arquivos Ext 3. Destaca-se que o Sistema de Arquivos Ext 2 não possui esse recurso,ou seja, em caso de o Sistema Operacional desligar de forma repentina não será possível a recuperação dos arquivos.


    Active Directory- Esse recurso surge da necessidade de ter uma eficácia, isto é, uma agilidade no ambiente de serviço, com este é possível utilizar uma única senha para acessar a conta de e-mail, banco de dados e outros serviços, então facilita inclusive o gerenciamento de todas as informações sobre contas de usuários, grupos e recursos de rede, que pode ser administrado de um único local de domínio.


    MFT (Tabela de Arquivos Mestre) - É uma tabela que contém metadados sobre todos os arquivos e diretórios (ou pastas) contidos no disco, caso uma informação seja menor que o registro de metadados, a tabela de arquivos mestre consegue colocar os arquivos na entrada desta para que possa ser lido com facilidade. Se a informação é maior que um único registro de MFT, a tabela de arquivos mestre receberá tanto registros quanto necessários.


    Link da apostila da Aula ministrada:

    GOOGLE DOCS - Download


    Aula2.2(SistemaOperacionais_SistemadeArquivos-Linux) video
    Dicas: Precisamos saber os sistemas de arquivos do Linux que possuem journaling e os que não possuem:
    VFat- É um sistema utilizado para transferência de dados do windows para linux e vice-versa, não possui o recurso journaling.
    Ext 2- Possui suporte para discos rígidos de até 2 TB e nomes de 255 caracteres, possui endereços de 32 bits, mas não possui o recurso journaling.
    Ext 3- Esse tipo de sistema de arquivos foi um aprimoramento do Ext 2, e tem a vantagem de usar o recurso journaling. Se quisermos converter o sistema Ext2 para Ext3 basta habilitar esse recurso, o processo contrário também pode ser feito.
    Ext 4- Esse sistema de arquivos ainda não é padrão nos Sistemas Linux, mas veio para substituir o sistema Ext 3 uma grande vantagem é que ele possui endereços de 64 bits, o que torna possível a alocação de mais arquivos, esse sistema possui o suporte de discos rígidos de até 1024 Pentabytes, essa capacidade é extremamente alta, para se ter uma ideia nos dias atuais em máquinas pessoais podemos ter discos rígidos de 2 Terabytes. O sistema de arquivos possui journaling.
    XFS- O sistema de arquivos XFS também possui suporte a journaling. Foi desenvolvido originalmente pela Silicon Graphics e posteriormente disponibilizado o código fonte. O XFS é considerado um dos melhores sistemas de arquivos para banco de dados, pois é muito rápido na gravação.

    ReiserFS- É um sistema de arquivos que sua performance é muito boa, principalmente para um número muito grande de arquivos pequenos. também possui suporte a journaling.

    JFS (Journaling FileSystem) - Criado para uso de servidores corporativos
    O JFS é formado pelas seguintes estruturas internas:





    • Agregado: matriz de blocos de disco que inclui um superbloco e um mapa de alocação.
    • Fileset: contém as estruturas de controle, sendo O superbloco agregado, o
      mapa de alocação de disco, o descritor de arquivos, o mapa de inodes, os
      inodes, os diretórios e as estruturas de endereçamento representam as
      estruturas de controle ou metadados do JFS.
    • Logs: Os logs do JFS são mantidos em cada agregado e usados para gravar informações sobre operações nos metadados.
    • Journaling: armazena em logs os metadados.
    Link da apostila da Aula ministrada:

    RAPIDSHARE - Download


    GOOGLE DOCS - Download 



    Aula 2.3 (Sistema Operacionais_Sistema de Arquivos-Windows)

    video


    Link da apostila da Aula ministrada:

    RAPIDSHARE - Download


    GOOGLE DOCS - Download


    Dicas: No Sistema Operacional Windows temos dois sistemas de arquivos o FAT que significa tabela de alocação de arquivos e NTSF que é o sistema de arquivos utilizado mais recentemente a partir da versão 2000, que trouxe como recurso o active directory que consiste em padronizar por exemplo em padronizar uma senha que pode acessar caixa de correio,banco de dados, login e outros de forma a tornar fácil o gerencimento por um único domínio.

    Obs: O sistema de arquivos FAT é usado na versão 12 para os disquetes que nós deixamos de lado pelo seu tamanho desfavorável, salienta-se que esse tipo de sistema consome muitos dados no disco rígido por que desperdiça espaço na alocação de arquivos.

    Aula 3 (Sistema Operacionais_Questões de Sistema de Arquivos-Linux)

    video

    São sempre duas apostilas, uma estar sem gabarito, portanto os Senhores devem tentar responder as questões por esta, outra estar gabaritada com ela, os senhores confirmam se acertaram ou não as questões.


    Link da apostila da Aula ministrada:

    RAPIDSHARE - Download


    GOOGLE DOCS - Download


    GOOGLE DOCS - Download
    (comentada)


    Nos vídeos 4.1 até 4.4 não será disponibilizada nenhuma apostila, pois as aulas são mais práticas, vocês precisam procurar os recursos a fim de que fique mais fácil na hora de responder as questões, a aula 4.5 é sobre atalhos vou disponibilizar o arquivo pdf sobre os principais atalhos e que são mais corriqueiros em prova.

    Aula 4.1 (Sistemas Operacionais_Windows XP/Desktop)

    video

    Dicas: Se clicarmos com o botão direito em qualquer área de trabalho(desktop), será aberto uma aba com diversas funções dentre as quais estão: de organizar os ícones de acordo com o tamanho,data de modificação e o tipo do arquivo, é possível também alinhar a grade,mostrar ou não mostrar os ícones do desktop(área de trabalho), através da opção novo é possível criar uma nova pasta, atalho, imagem, arquivo de texto e outros, podemos através da opção propriedades que é a última opção alterar o tema da área de trabalho,o plano de fundo através da aba área de trabalho, a barra de menu iniciar através da aba aparência, a proteção de tela atavés da aba de proteção de tela e a resolução da tela através da aba configurações. Salienta-se que é possível alterar as opções de energia através da aba de tela de proteção.

    Na barra de tarefas se clicarmos com o botão direito será possível organizar as janelas em cascata, lado a lado e de outras formas, se clicarmos nessa barra será possível bloquear ou não a barra, se estiver desbloqueada a barra poderá ser deslocado para direito, esquerda e para cima, caso esteja bloqueada esse recurso estará indisponível. Através da barra é possível colocar ferramentas na barra como:desktop, endereço, links, windows media player ,que servirão como atalho.

    Aula 4.2 (Sistemas Operacionais_Windows XP/Windows Explorer)

    video

    Dicas: O Windows Explorer pode ser acessado no desktop, pressionando as teclas Windows + E ou ao abrirmos o meu computador, no Windows Explorer é possível gerenciar os arquivos, copiando-os para uma outra partição, ou movendo-os para a mesma partição. No Windows Explorer através da barra de endereços é possível acessar uma página da internet ou qualquer arquivo. O Windows Explorer tem vários menus, vamos analisar pormenorizadamente cada um deles:

    • Menu Arquivo- Através desse menu é possível criar uma pasta,atalho,documento de texto e outros. É possível também excluir um arquivo, renomear, ver propriedades e fechar o Windows Explorer.

    • Menu Editar- Através desse menu é possível desfazer as configurações(ctrl+z), recortar(ctrl+x), colar (ctrl+v),colar atalho, mover para uma pasta, copiar para uma pasta,Selecionar tudo (ctrl+a) e inverter seleção.

    • Menu Exibir - No menu exibir podemos exibir três tipos de barras: a barra de ferramentas, a barra de status e a barra do explorer, a barra de ferramentas exibe os botões padrões, barra de endereços, links, bloquear barras de tarefas e personalizar que é possível adicionar botões da Web. A barra de status pode ser mostrada ou ocultada que têm a função de mostrar informações adicionais como: O nº dos itens que estão selecionados, o tamanho de um arquivo ou partição que estar selecionada e outras opções. Na barra de menu exibir temos a barra do explorer que possibilita pesquisar arquivos(ctrl+ E) , favoritos (crtl +I) , históricos (ctrl + H), pastas que mostra a barra do lado esquerdo das pastas é como se fosse um explorador das pastas. Ainda na barra exibir podemos colocar arquivos em forma de miniaturas, ícones, lista, lado a lado, detalhes, é possível organizar os ícones por nome, tipo, tamanho total, espaço livre, comentários,mostrar em grupos,organizar automaticamente e alinhar a grade, temos também escolher detalhes que é possível personalizar a seu gosto, temos a opção ir para uma página ou voltar uma página, um nível acima, página inicial(alt + home) e meu computador e por último temos a opção atualizar.

    • Menu Favoritos- No menu Favoritos é possível adicionar a favoritos, organizar favoritos e ver os links armazenados das páginas favoritas.

    • Menu Ajuda- No menu ajuda é possível obter ajuda e suporte do Windows, essa opção permite conhecer termos da informática, como atualizar o sistema, como arrumar um problema na rede e outras opções. Ainda nesse menu podemos verificar se a cópia do Sistema Operacional é original e ver as informações do Sistema operacional.

    Aula 4.3 (Sistemas Operacionais_Windows XP/Todos os Programas)

    video


    Dicas: Quando clicamos em iniciar do lado esquerdo observamos que temos alguns programas padrões que são o internet explorer(navegador ou browser) e o outlook express 6.0 (correio eletrônico), do lado direito você encontra várias opções a primeira é meus documentos onde é possível guardar vários arquivos como músicas,fotos e vídeos. Depois de meus documentos temos documentos recentes que foram os últimos documentos e arquivos que foram visualizados pelo usuário. Temos minhas imagens, minhas músicas e meu computador que não teceremos muitos detalhes, depois dessas opções que encontramos no menu iniciar,temos ainda o painel de controle que nos possibilita alterarmos configurações do windows como: rede, usuários, opções de segurança, idioma, hora, data, opções de boot e outras que falaremos minuciosamente nas dicas da aula 4.4. Temos na barra uma opção relevante que é a padronização de arquivos, através desse aplicativo criado pela microsoft podemos definir qual o programa por exemplo que vai abrir a internet, ou qual programa vai receber as mensagens instantâneas. Podemos configurar também a impressora e os aparelhos de fax, temos também ajuda e suporte que é possível sanar dúvidas ou resolver problemas. Ainda no menu iniciar encontramos a opção pesquisar o qual podemos pesquisar documentos,imagens e outros arquivos pelo tamanho, pela data que foi modificado e até mesmo pelo tipo, por último temos o executar nele podemos acessar um site da internet, abrir uma pasta, um processo e outras opções, salienta-se que o executar têm como abrir o prompt de comando através do comando cmd e os registros do computador através do comando regedit.

    Vamos falar agora sobre todos os programas que encontramos no menu iniciar do lado esquerdo a última opção, não exploraremos todos os recursos, tendo em vista, que são muito grandes, mas nos ateremos aos principais que podem ser matéria de prova:

    • Catálogo de endereços- Como o nome já diz é possível através de recurso armazenar nomes, telefones, e-mails e outros,que possibilitam a identificação.
    • Windows Update- Faz atualização dos recursos do Windows como: Windows explorer, Pack do Windows, proteção contra softwares maliciosos e etc.
    • Acessórios- nesse encontramos, vários recursos dentre os quais salienta-se demonstrar:
    • Acessibilidade- Esse recurso se destina as pessoas portadoras de alguma necessidade, temos em acessibilidade a lupa que possibilita aumentar o zoom de uma palavra, o teclado virtual que existe a possibilidade de pressionarmos qualquer tecla do teclado e também teclas de aderência.
    • Comunicações- Torna possível a configuração de uma rede seja discada, banda larga ou Wi-Fi(Wireless- Sem Fio).
    • Entretenimento- Tem como recurso o gravador de voz, o ajustador de volume e o Windows Media Player.
    • Ferramentas do Sistema- Em ferramentas do sistema temos vários recursos como o backup(cópia de segurança) que permite restaurar o sistema e recuperar arquivos, a central de segurança que nos mostra se o firewall estar habilitado, observe que o firewall estar ativado é o recomendado, pois torna possível que ataques sejam mais atenuantes, ainda na central de segurança verificamos se as atualizações automáticas estão habilitadas e se existe algum anti-vírus protegendo o computador. O Windows de fábrica não vem com anti-vírus ,não obstante ele possui o recurso de avisar o usuário se existe ou não o recurso. Em ferramentas do sistema temos ainda o desfragmentador que possibilita que os arquivos sejam alocados de maneira mais eficiente. Temos as informações do sistema que possibilita ver qual é o sistema operacional, qual o processador e quanto Ghz ele possui e até mesmo quanto de memória ram que seu computador tem e estar usando, nas informações de sistema você encontra também a memória virtual que o Windows reserva e quanto ele estar usando, você pode ainda obter as informações sobre os dispositivos de E/S (entrada e saída) e muitas informações sobre o hardware como os drivers e outros. Em ferramentas do sistema encontramos a opção limpeza de disco que torna possível limpar os dados que não estão sendo usados como arquivos temporários. Em mapa de caracteres você encontra vários símbolos que podem ser inseridos em um documento de texto. Por último podemos restaurar o sistema e agendar tarefas.

    Precisamos saber também que quando o Windows é instalado, ele vem com dois softwares de texto que são: Wordpad e Bloco de Notas.




    Aula 4.4 (Sistemas Operacionais_Windows XP/Painel de Controle)

    video

    Dicas: No painel de controle é possível alterar inúmeras opções como rede(adicionar,remover ou configurar), verificar opções de boot no sistema, alterar data e hora e outras opções vamos comentar cada categoria do painel de controle:

    • Aparência e temas- através dessa categoria é possível alterar o tema do computador, alterar a cor do plano de fundo da área de trabalho, escolher um protetor de tela e alterar a resolução de tela, alterar o estilo de barra de menu iniciar e de tarefas, alterar as modificações das pastas e acessar o vídeo que têm a mesma função que clicar com o botão direito na área de trabalho e selecionar a opção propriedades. Destaca-se que do lado esquerdo temos mais outras opções como: alto contraste, imagem de conta do usuário, ponteiros do mouse e fontes, além de ter as opções de soluções de problemas de vídeo e de som.
    • Impressora e outros itens de hardware- Nessa categoria é possível configurar um controlador de jogo como por exemplo um controle vibratório,é possível adicionar impressoras e instalar opção de fax, podemos configurar o mouse para destros e alterar os ponteiros, podemos configurar um modem dial-up,é possível também adicionar um dispositivo de imagens e permitir que o computador utilize um scanner de rede, por último temos o teclado que possibilita alterar a velocidade e configurar as opções de hardware.
    • Conexões de rede e de internet -Nessa categoria temos várias opções vamos listá-las:
    1. Conexões de rede- permite configurar a conexão local,alterar o ip do ipv4 e outras funções;
    2. Configuração de rede- Permite compartilhar uma conexão com a internet, configurar o firewall do Windows, compartilhar arquivos e pastas e compartilhar uma impressora;
    3. Configuração de rede sem fio -Permite criar ou configurar uma rede sem fio usando ou não criptografia;
    4. Firewall do Windows- Permite habilitar o firewall do windows, criar exceções, configurar a conexão local, configurar o protocolo icmp(responsável por emitir os erros da rede) e outras funções;
    5. Opções da internet- Permite apagar o histórico, configurar o nível de proteção, bloquear cookies, definir a página inicial do navegador (browser) e uma série de funções, observe que não é necessário abrir o navegador para alterar essas configurações, clicando em painel de controle/conexões de rede e de internet/ opções de interner podemos efetuar as modificações necessárias.
    • Contas de usuário- Através dessa categoria é possível criar contas de usuário administrador e limitado com suas possíveis configurações e habilitar a conta de usuário convidado.
    • Adicionar ou remover programas- Essa categoria de tem a forma de um cd numa caixa possibilita ao usuário remover e adicionar programas com mais segurança.
    • Data, hora,idioma e opções regionais- Possibilita alterar a hora e data do Sistema Operacional e através das opções regionais e de idioma podemos configurar fuso horário, local, unidade monetária em $ e outras configurações.
    • Sons, fala e dispositivos de áudio- Podemos através da fala colocar textos a fim de que o tradutor os leia e configurar o volume,sons do sistema,áudio,voz e hardware.
    • Opções de acessibilidade- Através dessa categoria podemos ajustar o constraste para o texto e as cores na tela e configurar o windows para funcionar de acordo com suas necessidades visuais, auditivas e motoras, além de poder configurar o teclado,som, vídeo e mouse.
    • Desempenho e manutenção - Nessa categoria temos várias ferramentas que merecem ser citadas:
    • Ferramentas Administrativas- Temos dentro dessas ferramentas,temos Desempenho,Diretiva de Segurança local e Fontes de dados,os quais merecem ser citados:
    1. Desempenho- Podemos visualizar o monitor do sistema,os logs e alertas do sistema.
    2. Diretiva de segurança local- Possibilita fazer auditoria, configurar senhas, ver diretorias de segurança ip em um computador local e outras funções.
    3. Fontes de dados (ODBC)- Permite criar um banco de dados através de programas próprios como Acess, Excel e outros.
    • Gerenciamento do computador- Permite visualizar eventos,pastas compartilhadas, usuários e grupos locais, logs e alertas de desempenho, gerenciamento de dispositivos, armazenamento removível, desfragmentador de discos, gerenciamento de discos e serviços e aplicativos.
    • Serviços- Permite habilitar recursos do Windows a fim de que estejam aptos na inicialização do Sistema Operacional.
    • Serviço de componente- Permite visualizar os componentes que um determinado serviço tem, exemplo:
    Meu computador/aplicativos/COM+ Explorer/Componentes/COMEXPS.CTrkEvnListenet.1/Interface
    • Visualizar eventos- Permite verificar informações e erros de aplicativos e de Sistema
    • Opções de Energia- Através desse recurso podemos habilitar o Sistema Operacional para que este desligue o monitor ou o Sistema quando estiver ocioso, isto é, não estiver sendo utilizado.






    • Sistema- Temos as informações sobre o Sistema Operacional, o Processador e Memória RAM, na opção de hardware é possível gerenciar dispositivos, na aba avançado podemos configurar o desempenho, os efeitos visuais, os perfis de usuário e as configurações de boot, podemos ainda ativar ou desativar a restauração do sistema, caso esteja desativada, um espaço é liberado para o disco rígido, mas aconselhamos que esteja habilitada, pois em caso de perda de arquivos não será possível sua recuperação.
    • Tarefas Agendadas- Podemos agendar a execução de um programa para um determinado dia e habilitar para que este seja executado diariamente,semanalmente, mensalmente ou anualmente.
    • Central de Segurança- Nessa categoria podemos habilitar(recomendado) ou desabilitar(não recomendado) o firewall,habilitar as atualizações automáticas e verificar se existe algum anti-vírus instalado no Sistema Operacional para a eliminação de Vírus, Trojans e Variantes. Observe que o Anti-Vírus não vem instalado no Sistema Operacional, o que existe é o aviso se o Anti-Vírus estar ou não instalado.
    Aula 4.5 (Sistemas Operacionais_Windows XP/Atalhos) video
    Não teremos dicas nessa aula, pois os atalhos serão disponibilizamos no link abaixo: RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOCS - Download
    A apostila das aulas 5.1 até 5.5 será disponibilizada na aula 5.5, os links serão pelo rapidshare e pelo google docs, as vantagens de baixar pelo rapidshare é o tamanho do arquivo que é menor, já no google docs teremos a vantagem de visualizar os arquivos pela própria página da internet.  Aula 5.1 (Sistemas Operacional_Questões Windows XP) video  Aula 5.2 (Sistemas Operacional_Questões Windows XP) video  Aula 5.3 (Sistemas Operacional_Questões Windows XP) video Aula 5.4 (Sistemas Operacional_Questões Windows XP) video  Aula 5.5 (Sistemas Operacional_Questões Windows XP) video
    RAPIDSHARE - Download
    GOOGLE DOCS - Download
    GOOGLE DOCS - Download (Comentada)
    Aula 6.1 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Desktop)
    video
    Dicas: Com o advento do Sistema Operacional Windows 7 (Seven) tivemos algumas modificações podemos frisar as seguintes:
    Windows Xp-Para alterar as propriedades de Vídeo era necessário clicar com o botão direito na área de trabalho e selecionar a opção propriedades.
    Windows 7- Para alterar as propriedades de Vídeo é necessário clicar com o botão direito na área de trabalho em personalizar e se quisermos alterar a resolução da tela devemos escolher dentre as opções resolução de tela, salienta-se que em personalização é possível alterar a resolução de tela, do lado esquerdo vamos ver abaixo escrito consultar também para alterar é só clicar na opção vídeo e depois alterar configurações de vídeo.
    Windows Xp- Para acessar o gerenciador de tarefas era necessário pressionar as teclas ctrl+alt+del ou crtl+shift+esc.
    Windows 7- Para acessar o gerenciador de tarefas podemos clicar com o botão direito na barra de tarefas e selecionar a opção iniciar Gerenciador de Tarefas.
    Windows Xp- Para limpar a lista dos últimos arquivos acessados no menu iniciar, temos que clicar que o botão direito no botão iniciar e selecionar propriedades, temos em propriedades da barra de menu iniciar e barra de tarefas, duas abas devemos selecionar a barra de menu iniciar, clicando nesta devemos selecionar a opção personalizar se abrirá novamente outras abas devemos selecionar a aba geral e escolher a opção limpar lista.
    Windows 7- Para limpar a lista dos últimos arquivos acessados no menu iniciar, temos que clicar que o botão direito no botão iniciar e clicar em propriedades depois no Menu iniciar e em privacidade desmarcar as duas opções que são:
    • Armazenar e exibir programas abertos recentemente no menu Iniciar.
    • Armazenar e exibir itens abertos recentemente no menu iniciar e na barra de tarefas
    Aula 6.2 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Windows Explorer) video Dicas: O Windows Explorer do Windows 7 ganha novos recursos, dentre eles salienta-se fazer referência: Organizar- Permite recortar,copiar, colar, desfazer, refazer, selecionar tudo, layout, opções de pasta e pesquisa,excluir, renomear,remover propriedades, propriedades e fechar. Na opção de layout podemos mostrar diversas paineis e uma barra como: painel de visualização, painel de detalhes, painel de navegação e barra de menus. Propriedades do Sistema- Exibe as configurações do Sistema Operacional como Memória,Processador, além de outras opções como gerenciar dispositivos,proteger o sistema e configurações remotas. Desinstalar ou alterar um programa- Essa opção nos permite remover, adicionar ou alterar a origem de arquivos. Mapear unidade de rede- Nos permite especificar a letra de unidade para conexão e a pasta do qual você se deseja conectar. Abrir painel de controle- Através dessa opção é possível ir diretamente para painel de controle, no Windows Xp era possível também acessar o painel de controle através do meu computador mas a barra se encontrava na esquerda e não verticamente.  Aula 6.3 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Todos os Programas) video  Dicas: Nas nossas dicas desse vídeo esclareceremos as mudanças ocorridas no Sistema Operacional Windows 7, na barra de menu iniciar temos o lado esquerdo que mostra todos os programas e abaixo temos a possibilidade de pesquisar programas e arquivos, nesse mesmo local é possível executar comandos como regedit,cmd,msconfig e outros. Do lado direito segue o mesmo padrão do Windows Xp portanto não teceremos em minúcias. Quando clicamos em todos os programas, obtemos os ícones de programas que já estão instalados no Sistema Operacional e aqueles que o usuário instalou, veremos os programas novos nessa nossa versão: 1) Criador de DVD do Windows- Nesse aplicativo do Windows 7 conseguimos colocar vídeos que podem ser rodados em um aparelho de DVD, portanto esse aplicativo consegue converter arquivos em diversas extensões como Avi,Mpeg,Flv e outros, colocando-os em formato compatível com o DVD que as extensões podem ser:VCD e SVCD. 2) Galeria de Gadgets da Área de Trabalho- Permite com que sejam adicionados na área de trabalho, várias ferramentas que se interagem com o usuário como relógio,calendário, tempo, medidor de CPU e etc. 3) Visualizador XPS- Através desse aplicativo conseguimos criar permissões para um determinado arquivo basta que você o adicione o arquivo e crie a permissão de acordo com o seu gosto. 4) Windows Media Center- Podemos dizer que ele é um aplicativo que possui diversas funções dentre elas visualizar e organizar fotos,vídeos e músicas. Além de poder reproduzir canais de televisão, claro que nos seria necessário ter uma placa de TV, que deve ser instalada no barramento PCI Express 16X ou simplesmente PCI. Em Todos os Programas, em Acessórios temos diversos aplicativos dos quais frisa-se: 1)Conectar a um Projetor de Rede- Com esse recurso torna possível se conectar a um projetor que estar na rede. 2)Conectar a um Projetor- Com esse recurso torna possível se conectar a um projetor, quando isso é feito a tela do monitor para de ser usada e passa ser utilizada a tela refletida pelo projetor. 3)Executar- Nessa nova versão de Windows é possível através do menu acessórios, rodar o aplicativo executar, mas observem que não é necessário abrir o executar pois o Windows já disponibiliza a opção através do espaço que é dado para pesquisar programas e arquivos no menu iniciar. 4)Ferramenta de Captura- Esse recurso permite capturar qualquer coisa e do tamanho que for necessário, essa ferramenta é um aprimoramento do Print Screen. 5)Notas Autoadesivas- Esse recurso é como se fosse lembretes, que nos permite lembrar de atividades, as notas autodesivas ficam na área de trabalho (desktop). 6)Painel de Entrada de Expressões Matemáticas- Esse aplicativo nos permite escrever expressões matemáticas que serão reproduzidas pelo S.O Windows 7, esse recurso seu uso é extremamente viável, pois permite inserir diversos cálculos que dificilmente poderiam ser feitos sem ajuda desse aplicativo. Em todos os Programas , em Acessórios depois em Ferramentas do Sistema temos diversos aplicativos dos quais frisa-se: 1) Editor de Caracteres Particulares- Permite o usuário criar caracteres de seu gosto, é possível desenhar seu caractere. 2) Mapa de Caracteres- Encontramos diversos caracteres de várias fontes dentre elas a Arial,Times New Roman, Symbol e outras, podemos selecionar um determinado caractere e copiar esse para um determinado lugar por exemplo um editor de texto. 3) Monitor de Recursos- Permite visualizar a velocidade e o uso do processador, da rede, do disco e da memória. Em todos os Programas , em Acessórios depois em acessibilidade temos diversos aplicativos dos quais frisa-se: 1)Reconhecimento de Fala do Windows- Permite com que o usuário se interaja com o Sistema Operacional, através dessa ferramenta o Windows conhece abrir um programa que seria aberto somente através do teclado ou do mouse. Exemplos: Start- Menu iniciar Open Windows Media Player- Abre o Windows Media Player Open Computer- Abre o Meu Computador Open Internet Explorer- Abre o Internet Explorer Down- Desce a página Page Down- Passar para a próxima página abaixo Cancel- Cancelar uma operação Enter- Abre um arquivo que esteja selecionado Esses comandos, só reconhecem se o Windows 7 estiver no idioma Inglês, então para que o Sistema Operacional reconheça o comando de voz será necessário trocar o idioma para o inglês, essa tarefa pode ser feita através de um programa ou através do registro do Windows para acessá-lo basta acessar o menu iniciar e escrever no campo destinado a pesquisa a palavra "regedit". 2)Narrator- Possibilita que sejam falados textos pela narrador do Windows. Em todos os Programas , em Acessórios depois Tablet PC temos diversos aplicativos dos quais frisa-se: 1)Diário do Windows- Permite escrever textos com sua própria mão, usando obviamente o mouse. 2)Painel de Entrada do Tablet- Através desse recurso podemos escrever uma palavra ou expressão que o Windows reconhece e nos disponibiliza para que seja copiado. Considero essa ferramenta como de acessibilidade pois não precisamos usar o teclado para escrever algo. Em todos os Programas , em Acessórios depois em Windows PowerShell temos diversos aplicativos dos quais frisa-se: 1)Windows PowerShell ISE- Permite criar scripts através de um ambiente gráfico. 2)Windows PowerShell- Permite criar scripts através de uma linha de comando. Aula 6.4 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Todos os Programas/Reconhecimento de Fala video Dicas: Reconhecimento de Fala do Windows- Permite com que o usuário se interaja com o Sistema Operacional, através dessa ferramenta o Windows conhece abrir um programa que seria aberto somente através do teclado ou do mouse. Exemplos: Start- Menu iniciar Open Windows Media Player- Abre o Windows Media Player Open Computer- Abre o Meu Computador Open Internet Explorer- Abre o Internet Explorer Down- Desce a página Page Down- Passar para a próxima página abaixo Cancel- Cancelar uma operação Enter- Abre um arquivo que esteja selecionado Esses comandos, só reconhecem se o Windows 7 estiver no idioma Inglês, então para que o Sistema Operacional reconheça o comando de voz será necessário trocar o idioma para o inglês, essa tarefa pode ser feita através de um programa ou através do registro do Windows para acessá-lo basta acessar o menu iniciar e escrever no campo destinado a pesquisa a palavra "regedit". Aula 6.5 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Painel de Controle) video Dicas: Analisemos pormenorizadamente as Categorias do Painel de Controle: 1) Sistema e Segurança- Temos outros subitens que merecem destaque como: 1.1) Central de Ações- Permite alterar configurações de segurança (firewall), procurar por soluções de problemas e executar o backup. 1.2) Firewall do Windows- Permite ativar ou desativar o firewall, alterar configurações de notificação e em configurações avançadas verficar regras de entrada, regras de saída, regras de segurança de conexão e monitorar o firewall, regras de segurança da informação e associações de segurança. 1.3) Sistema- Exibe informações básicas sobre o computador como a versão do Sistema Operacional, Qual o processador e quanto de capacidade de GHZ este possui, Quantidade de Memória RAM. Além disso podemos acessar o gerenciador de dispositivos que nos permite instalar ou desinstalar um drive, fazer configuração remota, permite através da opção proteção de sistema configurar a restauração do sistema e em configurações avançadas podemos melhorar o desempenho, aparência, habilitar a prevenção de execução de dados, configurar o perfil de usuário e configurar o Sistema Operacional padrão. 1.4) Windows Update- Permite configurar e instalar as atualizações que programas e o Sistema Operacional necessita para aprimorar seu desempenho e segurança. 1.5) Opções de Energia- Permite alterar o esquema de energia quando o computador se encontra inoperável, podemos habilitar o sistema por exemplo para que ele desligue em 10 minutos caso esteja ocioso. 1.6) Backup e Restauração- Permite fazer cópia de segurança dos arquivos e restaurar o sistema caso este tenha dado uma falha. 1.7) Criptografia de Unidade de Disco BitLocker- A Criptografia de Unidade de Disco BitLocker ajuda a proteger todos os arquivos armazenados na unidade em que o Windows está instalado (unidade do sistema operacional) e em unidades de dados fixas (como unidades de disco rígido internas). É possível usar o BitLocker To Go para ajudar a proteger todos os arquivos armazenados em unidades de dados externas (como unidades de disco rígido externas ou unidades flash USB). Esse tipo de Criptografia ajuda a evitar o acesso não autorizado aos arquivos armazenadas em unidades primárias ou lógicas. Os usuários não autorizados não podem ler nem usar seus arquivos. 2) Contas de usuário e Segurança Familiar- Permite criar contas de usuários administradores e limitados, além de poder criar o controle das proteção dos pais, que permite configurar os sites que serão acessados, o horário que será acessado, os jogos que serão permitidos e outras configurações. 3) Rede e Internet- Permite criar uma conexão local, uma rede sem fio, configurar um grupo doméstico e configurar as opções da internet. 4) Aparência e Personalização- Permite alterar o tema, alterar plano de fundo da área de trabalho e ajustar a resolução da tela, alterar as cores do vidro da janela, alterar os efeitos de som, permite adicionar Gadgets na área de trabalho, configurar a Barra de Tarefas e Menu Iniciar, Alterar as configurações da Central de Facilidade de Acesso, Permite alterar o modo de exibição das pastas e alterar as configurações das fontes. 5) Hardware e Sons- Possibilita adicionar um dispositivo, adicionar impressora, configurar propriedades do mouse, gerenciar dispositivos, alterar as configurações padrão para a mídia ou os dispositivos, ajustar e alterar o volume e sons do sistema, alterar as configurações de energia e ajustar o vídeo. 6) Relógio, Idioma e Região- Permite com que sejam configurados hora e data, fuso horário, adicionar relógios para fusos horários diferentes, adicionar o gadget Relógio na área de trabalho, Instalar ou desinstalar idiomas de exibição, alterar o idioma de exibição, alterar local, alterar formato de data, hora ou número e alterar os teclados ou outros métodos de entrada. 7) Programas- Permite adicionar ou remover programas, exibir atualizações instaladas, executar programas criados para versões anteriores do Windows, definir programas padrões e obter gadgets. 8) Facilidade de Acesso- Em central de Facilidade de acesso Permite configurar as ferramentas do Windows de acordo com as deficiências físicas e habilitar o reconhecimento da fala.  Aula 07 (Sistemas Operacionais_Windows 7/Questões) video  Amigos Concurseiros baixem as apostilas e façam as questões antes de serem ministradas em nossas aulas, observe que temos no total três links, o primeiro é pelo rapidshare e os demais pelo google docs, neste você visualiza os arquivos pela própria internet.
    Link para download da apostila da aula ministrada:  RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOCS - Download  GOOGLE DOCS - Download
    Aula 8.1 (Sistemas Operacionais_Linux/História) video  Dicas: O Linux surgiu com o filandês Linus Torvalds que era estudante em Ciências da computação da universidade de Helsinki, esse finandês teve por objetivo criar um Sistema Operacional que pudesse ser modificado e aperfeiçoado, isto é, Um Sistema Operacional com o Código fonte livre estando sob a licença GPL. O Sistema Operacional Linux é baseado no Unix na versão Minix, no entanto vale frisar que não foi copiado nenhum código do S.O Minix, o Sistema desenvolvido foi escrito a partir o Zero. Quando falamos que o Linux é baseado no Unix, significa que aquele têm a mesma licença que este,ou seja, ambos os Sistemas Operacionais são gratuitos e podem ser modificados e aprimorados, salienta-se que esses Sistemas não podem ser vendidos, pois se fossem não estariam sob a licença GPL.
    Link da Apostila da Aula Ministrada:  RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOC - Download
    Aula 8.2 (Sistemas Operacionais_Linux/Ambiente Gráfico-KDE) video Dicas: O KDE (K Desktop Environment) é um dos ambientes mais utilizados no Sistema Operacional Linux, tendo em vista, a facilidade de modificar a aparência do Sistema Operacional, para que possamos rodar um ambiente gráfico precisamos de um Sistema Gráfico que os mais conhecidos são XFree86 e X.Org. Em primeiro lugar, o KDE pode ser considerado um ambiente gráfico, isto é, um recurso que permite a visualização de imagens, vídeos, animações e a interação com essas características através do mouse, teclado e outros. Em segundo lugar, o KDE pode ser tido como um gerenciador de janelas (window managers), ou seja, uma ferramenta que determina o tamanho e o formato de janelas, botões, ícones, entre outros. Em terceiro lugar, o KDE pode ser considerado um ambiente de desktop, pois além de dar sentido à parte gráfica do sistema operacional, também oferece aplicativos muito interessantes, como o editor de texto KWord (integrante do KOffice), o navegador de internet Konqueror, o leitor de arquivos em PDF KPDF, etc. O KDE foi desenvolvido com base no Qt, uma biblioteca para o desenvolvimento de aplicações gráficas pertencente à empresa Trolltech. Isso não significa que é necessário pagar pelo uso do KDE, já que o Qt é gratuito para projetos de código-fonte aberto. Para customizar o KDE e parte do sistema operacional, os usuários contam com o Centro de Controle KDE. Por ele é possível, por exemplo, configurar a aparência e aplicar temas, acessar recursos de energia (útil para quem usa laptops), alterar o desktop (Área de Trabalho) e mudar opções de idioma ou localização. Ao acessar qualquer dos itens disponíveis, suas opções são mostradas numa área maior localizada à direita. Um outro recurso do KDE que merece destaque é o navegador Konqueror. Como ele é integrado ao KDE, o navegador consegue executar vídeo, áudio e outras aplicações disponíveis na Web sem maiores complicações. Assim como acontece com os browsers Firefox e Opera, o Konqueror também possui navegação por abas, permitindo que em uma mesma janela haja várias páginas abertas. O Konqueror também pode ser usado como gerenciador de arquivos, isto é, permite acesso organizado a pastas e arquivos do usuário, exibindo, por exemplo, miniaturas de figuras e trechos de arquivos de texto. Nesta função, o Konqueror também oferece opções de busca, arrastar e soltar arquivos, entre outros. O KDevelop é um interessante ambiente de desenvolvimento integrado (IDE - Integrated Development Environment) para o KDE, embora permita a criação de software para outros ambientes. Por meio dele é possível desenvolver software usando recursos visuais para as mais diversas aplicações. A versão KDevelop 3.2 é compatível com uma série de linguagens, como C/C++, Java, Python, Perl, Pascal, Ruby, Fortran e até instruções em SQL. No entanto, vale frisar que o KDevelop não possui compilador, usando quase sempre o GCC (GNU Compiler Collection) para isso. O SuperKaramba é uma ferramenta para o uso de applets (pequenos aplicativos) para os mais diversos fins: monitoração dos recursos do computador, informativo sobre previsão do tempo, relógio, notas, calendários, etc. O SuperKaramba é como se fosse os GadGets que temos no Windows Vista e Seven. O interessante no SuperKaramba é que a ferramenta separa conjuntos de funcionalidades por temas. Um tema muito conhecido é o TDE (The Desktop Enhancements), que informa o espaço disponível no HD, oferece um aplicativo de anotações, mostra os usuários ativos, exibe o status das conexões de rede, entre outros. KDM (KDE Display Manager) Assim como o GNOME com o GDM, o KDE também possui um gerenciador de telas, o KDM (KDE Display Manager). Esse tipo de software permite que o usuário escolha, na tela de login, qualquer gerenciador de janelas para usar. O Ambiente Gráfico KDE tem sua licença de uso GPL, que permite o uso em mais de um computador, custo zero de aquisição e acesso ao código-fonte.  Aula 8.3 (Sistemas Operacionais_Linux/Ambiente Gráfico- GNOME) video Dicas: O Gnome (GNU Network Object Model Environment) é um ambiente gráfico disponível sob a licença GPL a muitos sistemas operacionais baseados em Unix, com destaque para as distribuições Linux e BSD. Para que o Usuário visualize imagens, fotos e vídeos se faz necessário o uso de um ambiente gráfico, da mesma forma que o Ambiente Gráfico KDE precisa de um Sistema Gráfico o GNOME também necessita, os mais comuns são Xfree86 e X.org. Os Sistemas Gráficos não trabalham sozinhos. É necessário complementá-los com gerenciadores de janelas (ou window managers), que são ferramentas que permitem controlar o tamanho de janelas, botões, cores, ícones, efeitos visuais, entre outros. O GNOME, Além de trabalhar com todos os recursos gráficos, também oferece um ambiente de desktop completo, isto é, disponibiliza aplicativos para diversas finalidades (como jogos, editores de texto, planilhas, gerenciadores de arquivos, manipuladores de imagens, ferramentas para redes, etc), controla recursos do computador e etc. Dos gerenciadores de janelas mais simples, os mais conhecidos são: BlackBox, Enlightenment, FluxBox, IceWM, WindowMaker e Blanes. O GNOME oferece as ferramentas GNOME Control Center (Centro de Controle GNOME) e GConf, que permitem a configuração e a personalização de uma série de itens. O Nautilus é um intuitivo gerenciador de arquivos. Ele permite não só a navegação entre diretórios, como a visualização de arquivos em miniaturas e a possibilidade de copiar ou mover pastas e arquivos. Além disso, o Nautilus oferece algumas funcionalidades interessantes, como a criação de CDs, a alteração de permissões de arquivos com o uso do mouse, opção de busca de arquivos, enfim. O Nautilus também associa determinados tipos de arquivos a programas, de forma que basta clicar em um arquivo de música no formato WAV ou MP3, por exemplo, para ele acionar um software que o execute. Além disso, a ferramenta também é capaz de acessar diretórios através de FTP, Samba, entre outros. Para aplicações de áudio e vídeo, o GNOME oferece ferramentas muito boas. O destaque fica por conta do Totem, um player compatível com vários formatos multimídia, além de ser capaz de executar DVDs. O Totem é baseado no framework GStreamer, que permite executar áudio e vídeo de maneira otimizada, melhorando a utilização dos recursos de hardware do computador e provendo imagens e sons de ótima qualidade, inclusive pela internet (streaming). O GNOME oferece o GDM (GNOME Display Manager) que, além de permitir a seleção de um gerenciador de janelas, também cumpre a tarefa de ser uma interface para os usuários efetuarem login no computador. Assim como o próprio GNOME, o GDM também suporta temas, reforçando a característica de personalização. O GNOME está disponível sob a licença GPL, o que significa, basicamente, que você pode usá-lo, distribuí-lo, estudá-lo e alterar seu código-fonte.
    Apostilas das Aulas 8.2 e 8.3, não deixem de fazer download:  RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOCS - Download
    Aula 8.4 (Sistemas Operacionais_Linux/Comandos) video  Dicas: A seguir mostraremos uma lista com os principais comandos do S.O Linux: cal: exibe um calendário; cat arquivo: mostra o conteúdo de um arquivo. Por exemplo, para ver o arquivo teste.txt, basta digitar cat teste.txt; cd diretório: abre um diretório. Por exemplo, para abrir a pasta /mnt, basta digitar cd /mnt. Para ir ao diretório raiz a partir de qualquer outro, digite apenas cd; chmod: comando para alterar as permissões de arquivos e diretórios. Saiba mais neste artigo sobre permissões; r => significa permissão de leitura (read); w => significa permissão de gravação (write); x => significa permissão de execução (execution); - => significa permissão desabilitada; + (sinal de adição) => adicionar permissão; - (sinal de subtração) => remover permissão; = (sinal de igualdade) => definir permissão. chown- altera o usuário dono de um arquivo clear: elimina todo o conteúdo visível, deixando a linha de comando no topo, como se o terminal acabasse de ter sido acessado; cp origem destino: copia um arquivo ou diretório para outro local. Por exemplo, para copiar o arquivo infowester.txt com o nome teste2.txt para /home, basta digitar cp teste.txt/home/teste2.txt; date: mostra a data e a hora atual; df: mostra as partições usadas; diff arquivo1 arquivo2: indica as diferenças entre dois arquivos, por exemplo: diff calc.c calc2.c; du diretório: mostra o tamanho de um diretório; emacs: abre o editor de textos emacs; file arquivo: mostra informações de um arquivo; find diretório parâmetro termo: o comando find serve para localizar informações. Para isso, deve-se digitar o comando seguido do diretório da pesquisa mais um parâmetro (ver lista abaixo) e o termo da busca. Parâmetros: name - busca por nome type - busca por tipo size - busca pelo tamanho do arquivo mtime - busca por data de modificação Exemplo: find /home name tristania finger usuário: exibe informações sobre o usuário indicado; free: mostra a quantidade de memória RAM disponível; halt: desliga o computador; history: mostra os últimos comandos inseridos; id usuário: mostra qual o número de identificação do usuário especificado no sistema; kill: encerra processados em andamento. ls: lista os arquivos e diretórios da pasta atual; lpr arquivo: imprime o arquivo especificado; lpq: mostra o status da fila de impressão; lprm: remove trabalhos da fila de impressão; lynx: abre o navegador de internet de mesmo nome; mv origem destino: tem a mesma função do comando cp, só que ao invés de copiar, move o arquivo ou o diretório para o destino especificado; mkdir diretório: cria um diretório, por exemplo, mkdir infowester cria uma pasta de nome new; passwd: altera sua senha. Para um administrador mudar a senha de um usuário, basta digitar passwd seguido do nome deste; ps: mostra os processos em execução. pwd: mostra o diretório em que você está; reboot: reinicia o sistema imediatamente (pouco recomendável, preferível shutdown -r now); rm arquivo: apaga o arquivo especificado; rmdir diretório: apaga o diretório especificado, desde que vazio; shutdown: desliga ou reinicia o computador, veja: shutdown -r now: reinicia o computador shutdown -h now: desliga o computador O parâmetro now pode ser mudado. Por exemplo: digite shutdown -r +10 e o sistema irá reiniciar daqui a 10 minutos; su: passa para o usuário administrador, isto é, root (perceba que o símbolo $ mudará para #); tar -xzvf arquivo.tar.gz: extrai um arquivo compactado em tar.gz. telnet: ativa o serviço de Telnet em uma máquina. Para acessar esse computador a partir de outros por Telnet, basta digitar telnet nomedamáquina ou telnet IP. Por exemplo: telnet 192.168.0.10. Após abrir o Telnet, digite help para conhecer suas funções; top: exibe a lista dos processos, conforme os recursos de memória consumidos; uname: mostra informações do sistema operacional e do computador. Digite uname -a para obter mais detalhes; useradd usuário: cria uma nova conta usuário, por exemplo, useradd marvin cria o usuário marvin; userdel usuário: apaga a conta do usuário especificado; uptime: mostra a quantas horas seu computador está ligado; vi: inicia o editor de textos vi. whereis nome: procura pelo binário do arquivo indicado, útil para conhecer seu diretório ou se ele existe no sistema; w: mostra os usuários logados atualmente no computador (útil para servidores); who: mostra quem está usando o sistema.
    Link da Apostila da Aula Ministrada:  RAPIDSHARE - Download GOOGLE DOCS - Download
    Aula 8.5 (Sistemas Operacionais_Linux/Conceitos) video  Dicas: Analisaremos alguns conceitos básicos de programas do Linux: O que é kernel ? Kernel pode ser entendido com uma série de arquivos escritos em linguagem C+ e em linguagem Assembly que constituem o núcleo do sistema operacional. É o kernel que controla todo o hardware do computador. Ele pode ser visto como uma interface entre os programas e todo o hardware. Cabe ao kernel as tarefas de permitir que todos os processos sejam executados pela CPU e permitir que estes consigam compartilhar a memória do computador. Servidor Samba O Samba é um "software servidor" para Linux (e outros sistemas baseados em Unix) que permite o gerenciamento e compartilhamento de recursos em redes formadas por computadores com o Windows. Assim, é possível usar o Linux como servidor de arquivos, servidor de impressão, entre outros, como se a rede utilizasse servidores Windows (NT, 2000, XP, Server 2003). Com Servidor Samba faz é possível compartilhar arquivos, compartilhar impressoras e controlar o acesso a determinados recursos de rede com igual ou maior eficiência que servidores baseados em sistemas operacionais da Microsoft. Mas, neste caso, o sistema operacional utilizado é o Linux. GRUB é a sigla para GRand Unifield Bootloader. Trata-se de um gerenciador de boot desenvolvido inicialmente por Erich Stefan Boleyn, disponibilizado como software GNU. Entre seus principais recursos está a capacidade de trabalhar com diversos sistemas operacionais,como o Linux, o Windows e as versões BSD, e seu conseqüentemente suporte a vários sistemas de arquivos, como o ext2, ext3, Reiserfs, FAT,NTSF, FFS, entre outros. LILO é a sigla de LInux LOade. Trata-se de um programa que permite o uso de dois ou mais sistemas operacionais no mesmo computador. A ferramenta possui uma série de instruções para gerenciar o setor de boot (inicialização) do HD, permitindo que se inicialize o computador a partir de uma partição que não seja a primeira do disco. O apt-get é um recurso desenvolvido originalmente para a distribuição Debian que permite a instalação e a atualização de pacotes (programas, bibliotecas de funções, etc) no Linux de maneira fácil e precisa. É uma ferramenta para instalar e atualizar pacotes (e suas dependências) de maneira rápida e prática.
    Link da Apostila da Aula Ministrada:  RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOCS - Download
    Aula 9.1 (Sistemas Operacionais_Linux/Questões) video  Aula 9.2 (Sistemas Operacionais_Linux/Questões) video Aula 9.3 (Sistemas Operacionais_Linux/Questões) video  Abaixo temos os links das apostilas das aulas, como já definido temos o link do rapidshare e google docs, façam as questões e confira com o gabarito.
    Links da apostila das aulas 9.1 até 9.3:  RAPIDSHARE - Download  GOOGLE DOCS - Download  GOOGLE DOCS - Download (Comentada)
    Terminamos para a glória de Deus a matéria de Sistema Operacional (Windows e Linux) com suas respectivas questões. Novas matérias serão gravadas, não percam!!!

    10 comentários:

    1. Anônimo on terça-feira, 05 outubro, 2010

      Muito bom! seu blogger está bem conceituado.

       
    2. Anônimo on sábado, 14 abril, 2012

      Você está de parabéns, com certeza esse blog me ajudou a sanar muitas dúvidas que até então eu tinha.

      Obrigado.

       
    3. Anônimo on quarta-feira, 18 abril, 2012

      este site é muito proveitoso,gostei e recomendo!

       
    4. Anônimo on quinta-feira, 25 outubro, 2012

      H4CKER 36M4R FALA MUITO EXPLICATIVO TÀ DE PARABÈNS CONTINUE ASSIM UM ABRAÇO. ADOREI AS AULAS. FUUUUUUUUUIIIIIIIIIII.......:)

       
    5. Anônimo on terça-feira, 16 abril, 2013

      Super obrigada pelas aulas!Ajudou muito mesmo.

       
    6. marcia maria on quarta-feira, 10 julho, 2013

      Cara, este blog é tudo de bom; é o que sempre procurei. Parabéns e muitíssimo obrigada

       
    7. Danyel on domingo, 08 setembro, 2013

      Eu que agradeço a meus caros leitores e concurseiros.

      Muito grato pelo comentário!

      Administrador

       
    8. Ana Soares on quarta-feira, 16 outubro, 2013 Este comentário foi removido pelo autor.  
    9. Ana Soares on quarta-feira, 16 outubro, 2013

      Nota 1000, parabéns... me ajudou demais!

       
    10. Anônimo on sexta-feira, 21 fevereiro, 2014

      Parabéns. Material de primeira qualidade. Me ajudou bastante.

      Olinca Gomes

       

    Tradutor

    English French German Spain Italian Dutch
    Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
    By Equipe Informática
    Apresentação!


    Aproveite nosso conteúdo e informação. Possuímos um grande arsenal de vídeo-aulas administradas pelo nosso companheiro de equipe Danyel William, Assistente de TI do Conselho Federal de Economia de Brasília (PST), Cursando Faculdade de Sistema da Informação na Anhanguera e nova certificação ITIL FOUNDATION; e postagens para melhor prepará-lo para concursos que relacionem à área de TI.

    Espero que gostem de nossas postagens e videoaulas, e que possam com nossas informações adquirir um grande desenvolvimento social e tecnológico nesta área tão requisitada atualmente no mercado de trabalho.

    A Equipe Informática Inteligente agradece a preferência!


    Equipe Informática Inteligente

    Proprietário e ADM Principal

    Danyel Willian

    Autora - Assessora de Comunicação Digital

    Júlia Medici


    Autor - Técnico e Professor em TI. Formação em Administração de Empresas

    Felipe Aguiar



    Outros Administradores

    Danilo Alves

    Flávio Santos





    Seguidores

    Contador de visitas

    contador de visitas

    Mural de Recados

    Realmente é bem concorrido, então faremos o seguinte: O parceiro permanecerá durante um mês inteiro como parceiro ouro, caso mantenha o número permanecerá no ranking. OBS: De forma nenhuma excluiremos os banners apenas tiraremos do parceiro ouro.

    Parceiros Top

    Parceiros/Concursos

    PARCEIROS Aleatórios

    Tecnologia do Blogger.