Raid (Conceito e Tipos)

by Danyel Willian | 10:00 in , , |

Raid




Olá amigos e Concurseiros estarei gravando algumas aulas, envolvendo o conteúdo de Raid como funciona e quais são os níveis possíveis. Sabemos que na área de informática isso é bem cobrado, portanto faremos o possível para entender e explicar a dita cuja.

Cronograma:

Aula 1) Introdução Raid

Aula 2) Nível 0,1 e 2 do Raid

Aula 3) Raid 3 e 4

Aula 4) Raid 5, 6 e 0+1

Aula 5) Raid 1+0, 50 e 10+0

Aula 6) Questões sobre Raid

Antes de começar assistir aos vídeos, faça download da apostila da matéria ministrada:


MEGAUPLOAD - Donwload




GOOGLE DOCS - Download



Aula 1)Introdução Raid



video

Dicas: A primeira coisa que devemos entender é o conceito de Raid e quais seus objetivos.
Raid é um conjunto de dois ou mais discos que têm como finalidade ganhar segurança e desempenho, temos dois recursos que promovem a confiança e a agilidade dessa técnica: a primeira é o Striping (Raid 0) e o segundo Mirroring (Raid 1), Este produz o espelhamento de dados, isto é, o backup dos arquivos e aquele produz a divisão de dados.
Vantagens do uso do Raid:
1. Ganho de desempenho no acesso.
2. Redundância em caso de falha em um dos discos.
3. Uso múltiplo de várias unidades de discos.
4. Facilidade em recuperação de conteúdo "perdido".
O Raid pode ser controlado vias hardware ou software:

Via Software- Na implementação via software, o Sistema Operacional gerencia o Raid através da controladora de Discos, sem a necessidade de um controlador de RAIDs, tornando-a mais barata.
Nesse tipo de implementação, todo o processamento necessário para o gerenciamento é feito pela CPU (Unidade Central de Processamento). Toda a movimentaçã0 de dados (leitura e escrita) é feita por uma camada de software que faz a abstração entre a operação lógica (Raid) e os discos físicos, e é controlada pelo Sistema Operacional.

A configuração via Software é feita pelo Sistema Operacional, que precisa ser implementado no próprio núcleo a utilização de RAIDs via software. É possível criar RAIDs via Software no Mac OS X, Linux, FreeBSD e no Windows (versão Server).

Via Hardware- Controladoras RAID em hardware usam layouts de disco proprietários (e diferentes). Por isso, normalmente não é possível misturar controladoras de fabricantes diferentes. Eles não utilizam recursos do processador. A BIOS pode iniciar (dar boot) por ela, e um integração maior com o driver de dispositivo pode oferecer um melhor tratamento de erros.

Uma implementação de RAID em hardware requer pelo menos uma controladora especialmente dedicada para isso. Em uma estação de trabalho (PC comum) isso pode ser uma placa de expansão PCI, PCI-e ou uma placa integrada à placa-mãe.

Controladoras utilizando a maioria dos tipos de drive podem ser usadas - IDE/ATA, SATA, SCSI, SSA, Fibre Channel, e às vezes uma combinação. A controladora e os discos utilizados devem estar isolados. Podem estar conectados diretamente ao computador, ou conectados via SAN. A controladora gerencia os drives e faz os cálculos de paridade necessários pelo nível de RAID escolhido.

A maioria das implementações em hardware provêem cache de leitura e escrita, o que (dependendo da carga de I/O) melhora a performance. Na maioria dos casos, o cache de escrita é não-volátil (protegido por bateria), e portanto, escritas pendentes não são perdidas no caso de uma falha no suprimento de energia. Implementações em hardware promovem performance garantida, não sobrecarregam o processador e podem suportar vários sistemas operacionais, já que a controladora apresentará ao sistema operacional um disco simples.

A maioria das implementações em hardware também suporta o "hot-swapping", permitindo que discos com falha sejam substituídos enquanto o sistema está sendo executado.


Aula 2)Nível 0,1 e 2 do Raid

video

Dicas:

O que é Fake Raid?

A implementação via software geralmente não possui uma fácil configuração. Já via hardware o preço das controladores é elevado. Então é possível obter uma solução mais favorável utilizando a combinação de funções especiais na Bios da placa e os drivers instalados no Sistema Operacional.

Comparação entre a Aquiteturas via Software e Hardware

Ao compararmos RAIDs por software e por hardware percebe-se que os implementados

através de software são mais flexíveis que os via hardware. Por outro lado, os primeiros
exigem da CPU mais tempo de processamento. Comparando os dispositivos de blocos,
os em software também são flexíveis podendo ser usados em discos inteiros, partições
ou outro dispositivo de bloco.

Níveis de Raid

Raid 0- A Leitura e/ou Escrita ocorre ao mesmo tempo

RAID-0


No striping, ou distribuição, os dados são subdivididos em segmentos consecutivos
(stripes, ou faixas) que são escritos seqüencialmente através de cada um dos discos de
um array, ou conjunto. Cada segmento tem um tamanho definido em blocos. A
distribuição, ou striping, oferece melhor desempenho comparado a discos individuais,
se o tamanho de cada segmento for ajustado de acordo com a aplicação que utilizará o
conjunto, ou array.

Vantagens:


- Acesso rápido as informações (até 50% mais rápido).

- Custo baixo para expansão de memória.

Desvantagens:

- Caso algum dos setores de algum dos HD’s venha a apresentar perda de informações, o mesmo arquivo que está dividido entre os mesmos setores dos demais HD’s não terão mais sentido existir, pois uma parte do arquivo foi corrompida, ou seja, caso algum disco falhe, não tem como recuperar.

- Não é usado paridade.
 
Raid 1- A escrita é feita em pares de unidades, enquanto a leitura ocorre em todas as unidades ao mesmo tempo.
 
RAID 1 é o nível de RAID que implementa o espelhamento de disco, também

conhecido como mirror. Para esta implementação são necessários no mínimo dois
discos. O funcionamento deste nível é simples: todos os dados são gravados em dois
discos diferentes; se um disco falhar ou for removido, os dados preservados no outro
disco permitem a não descontinuidade da operação do sistema.

Vantagens:

- Caso algum setor de um dos discos venha a falhar, basta recuperar o setor
defeituoso copiando os arquivos contidos do segundo disco.

- Segurança nos dados (com relação a possíveis defeitos que possam ocorrer no
HD).

Desvantagens:

- Custo relativamente alto se comparado ao RAID 0.

- Ocorre aumento no tempo de escrita.

- Não é usado paridade.
 
 
RAID 2/1


RAID 2 é similar ao RAID 4, mas armazena informação ECC (Error Correcting Code), que é a informação de controle de erros, no lugar da paridade. Este fato possibilita uma pequena protecção adicional, porém o RAID 2 ficou obsoleto pelas novas tecnologias de disco já possuírem este tipo de correcção internamente. O RAID 2 origina uma maior consistência dos dados se houver queda de energia durante a escrita. Baterias de segurança e um encerramento correto podem oferecer os mesmos benefícios

Vantagem:

- Usa ECC;

Desvantagem:

- Hoje em dia há tecnologias melhores para o mesmo fim;

Aula 3) Raid 3 e 4

video

Dicas:

Raid 3- Escrita e Leitura ocorre em todas as unidades. Mas diminui o tempo de transferência de dados.

O RAID 3 é uma versão simplificada do RAID nível 2. Nesse arranjo, um único bit de paridade é computado para cada palavra de dados e escrito em um drive de paridade. À primeira vista, pode parecer que um único bit de paridade dá somente detecção de erro,  não correção de erro. Para o caso de erros aleatórios não detectados, essa observação é verdadeira. Todavia, para o caso de uma falha de drive, ela provê correção total de erros de um bit, uma vez que a posição do bit defeituoso é conhecida. Se um drive falhar, o controlador apenas finge que todos os seus bits são "zeros". Se uma palavra apresentar
erro de paridade, o bit que vem do drive extinto deve ter sido um "um", portanto, é corrigido.

A fim de evitar o atraso em razão da latência rotacional, o RAID 3 exige que todos os eixos das unidades de disco estejam sincronizados. A maioria das unidades de disco mais recentes não possuem a opção de sincronização do eixo, ou se são capazes disto, faltam os conectores necessários, cabos e documentação do fabricante.

Vantagens:


- Leitura rápida

- Escrita rápida

- Possui controle de erros

Desvantagem:

- Montagem difícil via software


Raid 4

Funciona com dois ou mais discos iguais. Um dos discos guarda a paridade (uma forma de soma de segurança) da informação contida nos discos. Se algum dos discos avariar, a paridade pode ser imediatamente utilizada para reconstituir o seu conteúdo. Os discos restantes, usados para armazenar dados, são configurados para usarem segmentos suficientemente grandes (tamanho medido em blocos) para acomodar um registro inteiro. Isto permite leituras independentes da informação armazenada, fazendo do RAID 4 um array perfeitamente ajustado para ambientes transacionais que requerem muitas leituras pequenas e simultâneas.

O RAID 4 assim como outros RAID's, cuja característica é utilizarem paridade, usam um processo de recuperação de dados mais envolvente que arrays espelhados, como RAID 1. Este nível também é útil para criar discos virtuais de grande dimensão, pois consegue somar o espaço total oferecido por todos os discos, exceto o disco de paridade. O desempenho oferecido é razoável nas operações de leitura, pois podem ser utilizados todos os discos em simultâneo.

Sempre que os dados são escritos no array, as informações são lidas do disco de paridade e um novo dado sobre paridade deve ser escrito para o respectivo disco antes da próxima requisição de escrita ser realizada. Por causa dessas duas operações de I/O, o disco de paridade é o factor limitante do desempenho total do array. Devido ao fato do disco requerer somente um disco adicional para protecção de dados, este RAID é
mais acessível em termos monetários que a implementação do RAID 1.

Vantagens:

- Taxa de leitura rápida;

- Possibilidade do aumento de área de discos físicos.

Desvantagens:

- Taxa de gravação lenta.

- Em comparação com o RAID 1, em caso de falha do disco, a reconstrução é

difícil, pois o RAID 1 já tem o dado pronto no disco espelhado. - Tecnologia não mais usada por haver melhores para o mesmo fim.
 
Aula 4) Raid 5, 6 e 0+1

   
video
Dicas: Raid 5- Escrita precisa de paridade atualizada e leitura que pode ser feita em todas as unidades ao mesmo tempo.
 
O RAID 5 é frequentemente usado e funciona similarmente ao RAID 4, mas supera alguns dos problemas mais comuns sofridos por esse tipo. As informações sobre paridade para os dados do array são distribuídas ao longo de todos os discos do array , ao invés de serem armazenadas num disco dedicado, oferecendo assim mais desempenho que o RAID 4, e, simultaneamente, tolerância a falhas.
 
Para aumentar o desempenho de leitura de um array RAID 5, o tamanho de cada segmento em que os dados são divididos pode ser optimizado para o array que estiver a ser utilizado. O desempenho geral de um array RAID 5 é equivalente ao de um RAID 4, exceto no caso de leituras sequenciais, que reduzem a eficiência dos algoritmos de leitura por causa da distribuição das informações sobre paridade. A informação sobre paridade é distribuída por todos os discos; perdendo-se um, reduz-se a disponibilidade de ambos os dados e a paridade, até à recuperação do disco que falhou. Isto causa degradação do desempenho de leitura e de escrita.
 
Vantagens:


- Maior rapidez com tratamento de ECC.

- Leitura rápida (porém escrita não tão rápida).

Desvantagem:

- Sistema complexo de controle dos HDs.

RAID 6


É um padrão relativamente novo, suportado por apenas algumas controladoras. É semelhante ao RAID 5, porém usa o dobro de bits de paridade, garantindo a integridade dos dados caso até 2 dos HDs falhem ao mesmo tempo. Ao usar 8 HDs de 20 GB cada um em RAID 6, teremos 120 GB de dados e 40 GB de paridade.

Vantagem:

- Possibilidade falhar 2 HDs ao mesmo tempo sem perdas.

Desvantagens:

- Precisa de N+2 HDs para implementar por causa dos discos de paridade.

- Escrita lenta.

- Sistema complexo de controle dos HDs.
 
 
RAID 0 (zero) + 1
 
O RAID 0 + 1 é uma combinação dos níveis 0 (Striping) e 1 (Mirroring), onde os dados são divididos entre os discos para melhorar o rendimento, mas também utilizam outros discos para duplicar as informações. Assim, é possível utilizar o bom rendimento do nível 0 com a redundância do nível 1. No entanto, é necessário pelo menos 4 discos para montar um RAID desse tipo. Tais características fazem do RAID 0 + 1 o mais rápido e seguro, porém o mais caro de ser implantado. No RAID 0+1, se um dos discos vier a falhar, o sistema vira um RAID 0.

Vantagens:


- Segurança contra perda de dados.

- Pode falhar metade dos HDs ao mesmo tempo, porém deixando de ser RAID 0 + 1.

Desvantagens:

- Alto custo de expansão de hardware (custo mínimo = 2N HDs).

- Os drives devem ficar em sincronismo de velocidade para obter a máxima performance.


Aula 5)Raid 1+0, 50 e 10+0

video
Dicas:

O RAID 1+0, ou 10 - Exige ao menos 4 discos rígidos. Cada par será espelhado, garantindo redundância, e os pares serão distribuídos, melhorando desempenho. Até metade dos discos pode falhar simultaneamente, sem colocar o conjunto a perder, desde que não falhem os dois discos de um espelho qualquer — razão pela qual usam-se discos de lotes diferentes de cada ‘lado’ do espelho. É o nível recomendado para bases de dados, por ser o mais seguro e dos mais velozes, assim como qualquer outro uso onde a necessidade de economia não se sobreponha à segurança e desempenho.

Vantagens:

- Segurança contra perda de dados.

- Pode falhar um ou dois dos HDs ao mesmo tempo, dependendo de qual avaria.

Desvantagens:

- Alto custo de expansão de hardware (custo mínimo = 2N HDs).

- Os drivers devem ficar em sincronismo de velocidade para obter a máxima performance.

Raid 50

É um arranjo híbrido que usa as técnicas de RAID com paridade em conjunção com a segmentação de dados. Um arranjo RAID-50 é essencialmente um arranjo com as informações segmentadas através de dois ou mais arranjos. temos alguns discos rígidos que possuem o Raid 5 e o Raid 0 terá a função de dividir os dados.

Vantagens:

- Alta taxa de transferência.

- Ótimo para uso em servidores.

Desvantagens:

- Alto custo de implementação e expansão de memória.
 
 
RAID 100
 
Basicamente é composto do RAID 10+0. Normalmente ele é implementado utilizando uma combinação e software e hardware, ou seja, implementa-se o RAID 0 via software sobre o RAID 10 via Hardware.
 
 
Aula 6) Questões sobre Raid

video 
 

Links da apostila da aula ministrada:
 


MEGAUPLOAD - Download


 


GOOGLE DOCS - Download


 


GOOGLE DOCS - Download


(Comentada)

2 comentários:

  1. anderson on quinta-feira, 02 dezembro, 2010

    Olá, muito boa essas aulas de raid,
    me ajudou muito!!
    Anderson curso de Sistemas de informação Uniararas

     
  2. Anônimo on domingo, 06 abril, 2014

    Fraco só lê os slides aii fica facil não explica nada só o que ta dizendo nos slides....

     

Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Equipe Informática

Arquivo do blog

Apresentação!


Aproveite nosso conteúdo e informação. Possuímos um grande arsenal de vídeo-aulas administradas pelo nosso companheiro de equipe Danyel William, Assistente de TI do Conselho Federal de Economia de Brasília (PST), Cursando Faculdade de Sistema da Informação na Anhanguera e nova certificação ITIL FOUNDATION; e postagens para melhor prepará-lo para concursos que relacionem à área de TI.

Espero que gostem de nossas postagens e videoaulas, e que possam com nossas informações adquirir um grande desenvolvimento social e tecnológico nesta área tão requisitada atualmente no mercado de trabalho.

A Equipe Informática Inteligente agradece a preferência!


Equipe Informática Inteligente

Proprietário e ADM Principal

Danyel Willian

Autora - Assessora de Comunicação Digital

Júlia Medici


Autor - Técnico e Professor em TI. Formação em Administração de Empresas

Felipe Aguiar



Outros Administradores

Danilo Alves

Flávio Santos





Seguidores

Contador de visitas

contador de visitas

Mural de Recados

Realmente é bem concorrido, então faremos o seguinte: O parceiro permanecerá durante um mês inteiro como parceiro ouro, caso mantenha o número permanecerá no ranking. OBS: De forma nenhuma excluiremos os banners apenas tiraremos do parceiro ouro.

Parceiros Top

Parceiros/Concursos

PARCEIROS Aleatórios

Tecnologia do Blogger.