sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Descubra as possibilidades do overclocking!








Campeão mundial faz demonstração e dá dicas de onde aprender a executar a técnica




São Paulo acaba de ser palco da final nacional e panamericana do World Cyber Games 2010, maior campeonato de jogos eletrônicos do mundo. Esta foi a oitava edição do evento, que reuniu verdadeiros cyberatletas em um shopping de São Paulo. Guitar Hero, Fifa Soccer, CounterStrike, MortalKombat... para se dar bem em meio a essa turma, é necessário muito treino e disposição!



E para garantir ainda mais velocidade e performance às máquinas, muitos desses jogadores apostam em uma prática já famosa entre os usuários mais avançados. É o chamado overclocking. Apesar do processo ser um pouco complicado, a explicação para ele é bem simples: é quando um componente do computador é forçado a trabalhar em uma frequência mais alta do que a especificada pelo fabricante. Mas isso pode trazer problemas como superaquecimento do processador, instabilidade do sistema e até queimar a sua máquina.





Por isso mesmo, overclocking não é para qualquer um. O Ronaldo é um dos poucos no Brasil que sabem executar o processo da melhor maneira. Tanto é que ele é o número um no ranking dos overclockers brasileiros, e 19º. no ranking mundial. No World Cyber Games, Ronaldo mostrou como consegue, em alguns casos, mais que dobrar a frequência em hertz de um processador, e tentou até mesmo quebrar um recorde mundial na frente de todos. Será que ele conseguiu?






'"Eu tenho o título de 'overclocking prince' por ter atingido entre os dez melhores do mundo.Espero voltar a esses dias. Minha filha nasceu, há duas semanas atrás e eu fiquei parado alguns dias, então vamos ver se a gente consegue voltar pra onde eu estava ou até melhor", comenta Ronaldo Buassali, extreme overclocker.






Um dos melhores amigos do overclocker, além de um bom processador, no caso um core i5 modelo 655k, é uma grande reserva de nitro. É o líquido que resfria o chip e todo o sistema a temperaturas inferiores a 100 graus negativos. A primeira tentativa de Ronaldo de bater o recorde foi rodando o teste de benchmark CPUZ. O processador, que roda a 3200 megahertz, foi elevado a 6241 megahertz em menos de 5 minutos! Quebra de recorde sulamericano!






"Esse registro é feito no Worldwide Overclocking League, uma liga mundial. Ele tem que serdevidamente validado pela CPUZ e pela Futuremark. A gente valida o resultado e depois coloca no hardqare boot e é lá que a gente tem o nosso ranking", explica Buassali.






Pensa que acabou? Ronaldo se empolga e roda um novo teste de benchmark, agora, o 3Dmarks 2006, que estressa não só o processador como também a placa de vídeo. Aqui, o teste chegou a dar picos de mais de 300 frames por segundo! O resultado não podia ser melhor: 29.692 pontos . Recorde mundial para a categoria, muito maior que o número anterior, que nem chegava aos 24 mil pontos! E você sabe como esse campeão mundial desenvolveu toda a técnica?






"São os fóruns, onde o pessoal é muito avançado e você deve participar, ir aprendendo, estudando e queimando as peças também. Porque se não queimar não vai aprender. Já queimei muita peça" confessa o overclocker.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/overclocking-gravamos-um-brasileiro-batendo-o-recorde-mundial/13722

Nenhum comentário: