quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Anatel autoriza reajuste da telefonia fixa


Anatel autoriza reajuste da telefonia fixa



SÃO PAULO - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou reajuste de até 0,6596 por cento para a cesta local de serviços da Telefônica e da CTBC Telecom.
A cesta local é composta pelas tarifas de assinatura e de minuto e a interurbana é composta por 16 degraus tarifários que variam de acordo com a distância e o horário.
De acordo com a agência, as concessionárias devem dar ampla divulgação das tarifas em jornais de grande circulação, nas áreas em que atuam, 48 horas antes de praticar os novos valores.

Ou seja, se as empresas anunciarem hoje e amanhã, poderão cobrar os novos valores já a partir de sexta-feira.
O cálculo para o reajuste levou em conta o IST (Índice de Serviços de Telecomunicações), que mede a inflação no setor de telefonia, calculada a partir do último reajuste - entre junho/2009 e julho de 2010, o índice foi de 5,07%.
Também foi considerado o ganho de produtividade das empresas do setor no período. Um indicador, o Fator X, cuja média entre 2009 e 2010 ficou em 3,7326%, é então calculado pela agência com base nos dados fornecidos pelas companhias, de maneira a ser descontado no reajuste.
Segundo a agência, considerando a aplicação da variação do IST, a média ponderada dos fatores de transferência de 2009 e 2010 e o fator de excursão de 5%, a variação máxima para um item individual da cesta é de 9,7926%.
O valor do crédito para uso em telefone público passou de R$ 0,1225 para R$ 0,1230, com impostos e contribuições sociais. Esse valor é único em toda área de prestação da Telefônica e da CTBC Telecom.
Com esse novo valor, um cartão indutivo com 20 créditos passará a custar R$ 2,46 contra os R$ 2,45.
Os pedidos de reajustes encaminhados pelo grupo Oi (Oi/BrasilTelecom) e pela Sercomtel encontram-se em análise pela agência reguladora.

Nenhum comentário: