sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Huawei terá 10 celulares no Brasil



Mais famosa por colocar no mercado brasileiro seus dispositivos de rede, a chinesa Huawei agora quer se tornar conhecida no segmento de celulares. Hoje ela anunciou a entrada de quatro celulares no mercado, mas disse estar negociando com as operadoras para chegar a dez até o fim do ano.
A chinesa já possuía alguns aparelhos, mas dizia estar em fase de testes. Agora, segundo a empresa, o negócio é para valer. Os aparelhos que mais chamam a atenção são dois, o G6620 (acima à esquerda) e o G6600 (à direita). Eles seguem o formato de barras, com teclado QWERTY abaixo da tela de 2,4 polegadas. Algo muitíssimo parecido com os aparelhos da Nokia, como o E71. Apesar da aparência mais trabalhada, eles não são smartphones e sim “messaging phones”. Ou seja, têm widgets e aplicativos para acessar redes sociais. Por isso, eles não oferecem uma experiência muito boa de navegação, não possuem Wi-Fi e os aplicativos são todos em Java. A câmera do primeiro tem 1.3 megapixels e a do segundo tem 2 megapixels.
Como os aparelhos são relativamente simples, o preço também não é alto. O G6600, focado nos executivos. está à venda pela Claro, por 369 reais. Já o jovem G6620 será lançado pela mesma operadora até o fim de outubro, por 349 reais. Este último também tem o benefício de lidar com dois chips. Embora a Claro vá bloquear o recurso, ele possivelmente será vendido desbloqueado no varejo.
Touchscreen
Além dos dois celulares com teclado QWERTY, outros dois aparelhos com tela resistiva sensível ao toque. Eles têm uma interface parecida com a do Corby, da Samsung, apesar de o touch não ser tão rápido. O G7002 (à esquerda) é mais simples e mais barato, saindo por 279 reais pela Vivo. O G7010 é a evolução do anterior, e ainda não tem preço definido, mas deve chegar por volta de 299 reais.
 

Nenhum comentário: