quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Justiça americana decreta a morte do LimeWire


A guerra contra a pirataria na rede acaba de fazer a sua última vítima. Uma corte de Nova York ordenou que a empresa que mantém o LimeWire remova do software as funcionalidades de busca, upload e download, o que significa, na prática o fim do programa.  Fato que provavelmente não vai fazer mudar muita coisa, já que a rede em que ele se conectava, a Gnutella, vai muito bem, obrigado.
LimeWire está morto!
Sim, a ação derruba o LimeWire, notável disseminador de pragas virtuais, mas mantém a rede – e consequentemente todos os softwares que fazem uso dela, como o clone open source FrostWire – ainda viva. No fim, esse parece mais um esforço da RIAA que dará pouco resultado. Afinal, alguém ainda usa o LimeWire? 

Nenhum comentário: