sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Morre um clássico: Sony enterra o Walkman de fitas K7


O avô dos players musicais de hoje em dia acaba de dar o seu adeus. A Sony informou que vai parar de produzir e distribuir o Walkman de fita cassete, após 30 anos de existência.


O último estoque foi enviado em abril deste ano e, uma vez esgotado, ninguém mais terá a chance de comprar um legítimo Walkman novinho, como aqueles que ficaram populares entre os anos 80 e 90.

Desde a criação do portátil, em 1979, até março deste ano, a Sony afirma ter vendido mais de 400 milhões de unidades no mundo inteiro, dos quais 200 milhões são modelos específicos para as fitas cassete. De acordo com o Crunchgear, a versão com CD continuará a ser fabricada, assim como a moderna linha Walkman baseada em memória flash e forte concorrente do iPod no Japão.


Quem quiser relembrar a trajetória do Walkman, revolucionário para a sua época, pode conferir um artigo publicado no Adrenaline. O presente é dos players multimídia compactos, com enormes e variadas capacidades de armazenamento, uma nova era fortemente influenciada pelo iPod da Apple. Resta imaginar como todos nós escutaremos nossas músicas preferidas no futuro.

Nenhum comentário: