quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Silenciosamente, Apple turbina clock do MacBook Pro


Todas as atenções no evento Back to the Mac, da Apple, voltaram-se para o anúncio dos novos MacBooks Air, incluindo um modelo menor com 11 polegadas, confirmando os rumores que circularam antes do anúncio.


MacBook Pro, porém, não ficou de lado. Sem alarde, a companhia adicionou mais uma opção de processador na configuração do portátil: o Intel Core i7 de 2.8GHz.

Desde a última grande atualização da linha, em abril, o processador mais potente que poderia ser escolhido era o Core i7 de 2.66GHz. Vale lembrar que a nova opção está disponível apenas para os modelos de 15 e 17 polegadas, excluindo o MacBook Pro mais barato, com 13 polegadas, que mantém os processadores Core 2 Duo.


O novo processador custa US$200 adicionais sobre o preço-base do portátil, de US$2199. O valor dobra para US$400 no caso do modelo de 17 polegadas, que começa em US$2299 na configuração mais básica. 


No Brasil, o novo processador sai por R$700 a mais para o Macbook Pro de 15 polegadas e R$1400 para o top de linha, sobre os preços-base de R$7699 e R$8199, respectivamente. 

Nenhum comentário: