domingo, 31 de outubro de 2010

Supercomputador chinês torna-se o mais rápido do mundo


A China acaba de ultrapassar os Estados Unidos no recorde do supercomputador mais rápido do mundo com oTianhe-1A, equipado com 7.168 GPUs Nvidia Tesla e 14.336 processadores Intel Xeon.

Tudo isso leva a máquina a atingir um desempenho de 2,507 petaflops no benchmark Linpack,  superando o atual recordista, o 
Cray XT5 (também conhecido como Jaguar) do Laboratório Nacional de Oak Ridge, nos Estados Unidos, que contabilizou 1,75 no mesmo benchmark e tem um pico de processamento teórico de 2,3 petaflops. 
Imagem: Nvidia

De acordo com a Nvidia, a performance do equipamento equivale, em média, à de 175 mil laptops ou 50 mil CPUs. A companhia afirma que um sistema desse tipo construído apenas com processadores consumiria mais de 12 megawatts, porém, como as GPUs oferecem um poder de processamento paralelo, o Tianhe-1A consegue ser três vezes mais eficiente, consumindo apenas 4 megawatts.

“Eu não conheço nenhum outro sistema que se aproxime do poder dessa máquina”, afirmou ao 
Wall Street Journal Jack Dongarra, especialista em supercomputadores e professor na Universidade do Tennessee, que inspecionou o Tianhe-1A. “É impressionante.”

De acordo com a publicação, o surgimento dessa máquina não era inesperado, uma vez que o país já tem experiência com supercomputação. No ranking referente a junho deste ano, o país emplacou 24 equipamentos no top 500 dos mais poderosos do mundo. O supercomputador 
Nebulae, do Centro Nacional de Supercomputação em Shenzen, atualmente está em segundo lugar e o CrayXT ainda aparece em primeiro. Porém, quando o próximo ranking sair, a o Tianhe-1A deverá ocupar o topo e somar mais uma supermáquina entre as representantes chinesas.

Nenhum comentário: