terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Presos usarão tornozeleira para sair no Natal

Presos usarão tornozeleira para sair no Natal

SÃO PAULO - Neste fim de ano, 4635 presos do sistema semiaberto de São Paulo utilizarão tornozeleiras para deixar as penitenciárias do estado.



A iniciativa inédita da Secretaria da Administração Penitenciária realizará o monitoramento eletrônico, via satélite, dos detentos durante as saídas temporárias de Natal e Ano Novo.

O contrato para uso das tornozeleiras foi assinado em 14 de setembro com o Consórcio SDS, composto pelas empresas Spacecomm Monitoramento LTDA, Daiken Indústria Eletrônica S/A e Sascar Tecnologia e Segurança Automotiva S/A. Seu custo total de R$ 50.140.072 corresponde a 30 meses de serviços prestados.


Cada tornozeleira será identificado por um número e a empresa que prestará o serviço de monitoramento não terá acesso à identidade do detendo. Somente o Departamento de Inteligência da Secretaria da Administração Penitenciária sabe qual equipamento está ligado a cada preso.

O sistema de monitoramento será descentralizado, cabendo a cada Coordenadoria Regional de Unidades Prisionais fazer o controle dos presos de sua região. Assim, caso o lacre do aparelho, que fica preso ao corpo, seja rompido, a SDS imediatamente comunicará a Coordenadoria. Relacionando o número da tornozeleira com a identidade do detendo, a Coordenadoria avisa a Polícia Militar e, assim que o preso for capturado, perde o benefício e volta ao regime fechado.

A ideia é utilizar a tornozeleira nos cerca de três mil detentos com regime semiaberto e em todos os beneficiados com as cinco saídas temporárias (Páscoa, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças/finados e Natal/Ano Novo) previstas por lei.

Nenhum comentário: