quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Chip permitirá que médicos façam diagnósticos em apenas 30 minutos

Sistema foi desenvolvido na Universidade de Rhode Island, nos EUA
Sistema foi desenvolvido na Universidade de Rhode Island, nos EUA


O fim do suspense na espera por resultados de exames de sangue pode estar próximo graças a uma pesquisa conduzida na Universidade de Rhode Island (URI), nos EUA. Liderados pelo professor de Engenharia Mecânica, Mohammad Faghri, os pesquisadores desenvolveram um aparelho capaz de fazer diagnósticos de doenças em apenas 30 minutos, e usando apenas uma gota de sangue.


chip



“Esse desenvolvimento é um grande passo nos diagnósticos com testes podendo ser realizados em uma clínica, no consultório de um médico ou mesmo em casa”, segundo Faghri, “os pacientes não terão mais que esperar vários dias pelos resultados. Eles podem ter o sangue testado quando entram no consultório e saberem o resultado antes de saírem da consulta”.


Com a nova técnica, uma gota de sangue é colocada em um cartucho de polímero plástico menor do que um cartão de crédito, que por sua vez é colocado em um biosensor do tamanho de uma caixa de sapatos. Esse biosensor tem um espectrômetro e uma pequena bomba. O sangue percorre o cartucho atravessando canais que contém reagentes capazes de apontar biomarcadores de doenças.


Os primeiros cartuchos desenvolvidos pela equipe conseguem detectar doenças cardiovasculares, mas eles já estão trabalhando para que o equipamento consiga detectar sinais de Alzheimer, hepatite e HIV.


Uma outra vantagem do equipamento é seu baixo custo. O sensor atualmente custa US$ 3.200 e cada exame feito custa apenas US$1,50, que é o custo dos reagentes e do cartucho plástico.


Ainda não há data para comercialização do método, mas sem dúvida ele representa um excelente avanço no diagnóstico de doenças.


Nenhum comentário: