quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Microsoft convida GeoHot a desenvolver para o Windows Phone 7

imagem


George Hotz, o GeoHot, foi um dos responsável por destravar o iPhone e também por ajudar a dinamitar o sistema de segurança do PlayStation 3. A Sony, nada feliz com isso, processou o jovem hacker. Mas a Microsoft parece estar querendo fazer dele um novo amigo.

Foi só Hotz anunciar, pelo seu site oficial, que está planejando comprar um aparelho com sistema operacional Windows Phone 7 para que ele fosse abordado por um funcionário da casa de Bill Gates – no caso, Brandon Watson, desenvolvedor focado na plataforma móvel da empresa. Ele postou no Twitter: “Se você quer fazer coisas legais no #wp7 [Windows Phone 7], me mande um e-mail e a equipe vai te dar um telefone – deixe a criatividade florescer”.

Talvez não tenha sido isso que GeoHot pensou quando mandou sua mensagem para as “três”, oferecendo uma chance de tornar suas próximas plataformas mais seguras, mas não é todo dia que um hacker famoso é convidado publicamente por uma empresa do porte da Microsoft para trabalhar do outro lado da trincheira. Ainda assim, como mostram os vários vídeos de brincadeiras com o Kinect, dá para perceber que essa é uma das empresas que menos está se importando com o que fazem com sua tecnologia – a não ser, é claro, que isso envolva pirataria.

Hotz ainda não respondeu o convite. Será que ele poderia se tornar o chefe de segurança da equipe no próximo Xbox?

Nenhum comentário: