segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Procurador vai analisar tuítes contra Dilma


Procurador vai analisar tuítes contra Dilma
A presidente Dilma e sua filha Paula durante sua cerimônia de posse

SÃO PAULO - O procurador República, Roberto Gurgel, anunciou hoje que irá investigar as supostas ameaças publicadas no Twitter contra à presidente Dilma Rousseff durante sua cerimônia de posse.
O pedido foi feito por parlamentares hoje, durante a transmissão de cargo da nova ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário.

"Matem essa Dilma de uma vez. Algum atirador acerta na cabeça dela e outro no de seu vice", afirmou uma mensagem publicada no microblog durante a cerimônia de posse da presidente.
De acordo com Gurgel, depois de analisar os documentos com as cópias das mensagens será possível decidir ou não pela abertura de uma investigação.
De acordo com o código penal, as mensagens podem ser enquadradas como incitação e apologia ao crime. Ambas podem render detenção de três a seis meses ou multa.

Nenhum comentário: