segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

"Xing lings" na guerra entre Brasil e China

"Xing lings" na linha de frente da guerra comercial entre Brasil e China


SÃO PAULO - As tensões da guerra comercial entre Brasil e China devem aumentar neste ano, de acordo com reportagem publicada hoje pelo jornal Financial Times.


E, na linha de frente, estão os produtos piratas vindos da China, conhecidos popularmente como "xing ling", vendidos em galerias de lojas espalhadas no centro da cidade de São Paulo.

Segundo a reportagem, o Brasil tem até agora visto a China como um aliado e um “mercado crucial” para suas exportações.


No ano passado, Brasil apresentou um superavit comercial com a China de 5,2 bilhões de dólares, impulsionado pela fome chinesa por commodities.


“Mas uma inundação crescente de produtos manufaturados baratos chineses no Brasil deve testar esse relacionamento”, diz o Financial Times.


Os produtos baratos, a que a reportagem se refere, vão de “telefones a imitações de relógios Rolex e bolsas e óculos de sol de luxo”, que acabam minando a competitividade da indústria nacional.


O texto afirma ainda que, no ano passado, o déficit na balança comercial em bens manufaturados chegou a um recorde de 23,5 bilhões de dólares. Há sete anos, era de 600 milhões de dólares.

Nenhum comentário: