sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Apple estaria trabalhando numa versão mais “versátil” e barata do iPhone, para brigar com Android

O rumor não é de hoje — não é à toa que pegamos esse mockup antigo para ilustrar o post, abaixo —, mas foi reacendido hoje pela Bloomberg: a Apple estaria mesmo trabalhando numa versão mais “versátil” (cerca de um terço menor, diga-se; nano?) do iPhone, mais barata para consumidores finais.

Linha de iPhone com nano e shuffle

Citando conversas com múltiplas pessoas que preferiram não se identificar, a publicação diz que a Apple estaria mirando concorrentes mais acessíveis — principalmente os trocentos que estão pipocando no mercado, com Android. O novo aparelho custaria US$200 sem contrato, nos Estados Unidos; ou seja, subsidiado dentro de contratos de um ou dois anos, ele poderia sair de graça.

A matéria também cita trabalhos internos na Apple por um iPhone dual-mode — que funcione tanto em redes GSM quanto em redes CDMA. Para nós, diante do achado da iFixit nas entranhas do iPhone 4 da Verizon, isso é só uma questão de tempo; o iPhone 5 é um grande candidato a já ser um aparelho que funcione no mundo todo.

E por falar em “mundo todo”, a Bloomberg também revive rumores de um chip universal em desenvolvimento na Apple, que permitiria que usuários alternassem entre redes sem a necessidade de trocar de SIM card. Isso seria ótimo para nós, mas péssimo para operadoras — que também perderiam muito do controle que têm hoje na comercialização de aparelhos.

Como sempre, todos esses planos da Apple podem ser adiados ou, às vezes, nunca virem a se tornar realidade. Veremos.


Nenhum comentário: