quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Brasil é o 4º em pirataria de games


Um relatório da Aliança Internacional de Propriedade Intelectual (IIPA) aponta o Brasil como o quarto maior mercado para games pirateados.

Divulgado pela Associação de Software e Entretenimento (ESA), o relatório foi entregue ao governo norte-americano e lista os 35 países que mais contribuem de alguma forma para a pirataria de jogos.

Os primeiros colocados foram Itália, China, Espanha, Brasil e França. E a IIPA recomenda que o governo dos EUA inclua 33 desses países na lista daqueles que falham em proteger os direitos autorais.

“A IIPA recomenda que o Brasil continue na Lista de Observação, reconhecendo que o novo governo possa prover oportunidades de proteger os direitos dos criadores. O Brasil deve reavaliar as barreiras de acesso ao mercado e que resultam em produtos legítimos com preços exorbitantes aos consumidores”, aponta o relatório.

No Brasil uma das grandes reclamações de fabricantes e usuários é o fato dos títulos de games serem classificados como jogos de azar, o que resulta em tarifas tributárias altíssimas e que refletem no preço final dos jogos.

Ainda no relatório, estima-se que somente nos EUA foram gerados U$S 24 bilhões em receita com a venda de games. E deste valor, 5,1 bilhões provêm de downloads de jogos e assinaturas online.

Nenhum comentário: