LimeWire pagará indenização menor a gravadoras
O popular serviço de compartilhamento de arquivos Limewire foi fechado em outubro por violação de direitos autorais


NOVA YORK - Uma juíza dos EUA limitou a responsabilidade financeira máxima que cabe aos operadores do serviço de troca de arquivos Lime Wire, condenado por violação de direitos autorais.


Rejeitando um argumento que poderia ter resultado em "trilhões" de dólares em indenização, a juíza federal de primeira instância Kimba Wood aceitou a alegação do Lime Group de que as 13 gravadoras cujos direitos autorais foram violados pelo LimeWire devem receber cada qual uma indenização por obra cujos direitos tenham sido desrespeitados.

As gravadoras vinham argumentando que cada violação individual de direitos autorais por parte dos usuários do LimeWire deveria valer uma indenização. A Sony e a Vivendi controlam diversas das gravadoras envolvidas.


A decisão de Wood permitirá que as gravadoras recebam entre 7,5 milhões e 1,5 bilhão de dólares em indenização do Lime Group e de diversos co-réus, entre os quais Mark Gorton, o fundador do Lime Wire.


A quantia se baseia em indenizações de entre 7,5 mil e 150 mil dólares para cada uma de cerca de 10 mil gravações posteriores a 1972 cujos direitos autorais tenham sido violados no LimeWire. As gravadoras também têm direito a indenizações por violação de cerca de mil obras anteriores.


As 13 companhias envolvidas são Arista, Atlantic, BMG Music, Capital, Elektra, Interscope, Laface, Motown, Priority, Sony BMG, UMG, Virgin e Warner Brothers, de acordo com os documentos judiciais.

Wood afirmou que caso acatasse a tese das gravadoras quanto a indenizações, o Lime Group seria devedor de trilhões de dólares, mencionando os milhares (e até milhões) de downloads e uploads de canções realizados ao longo dos anos.


"Os queixosos estavam sugerindo indenização de valor monetário superior a todo o faturamento da indústria fonográfica desde que Thomas Edison inventou o fonógrafo, em 1877", escreveu Wood, citando uma referência do Lime Group ao inventor. Ela definiu esse resultado como "absurdo."


A juíza decidiu em maio de 2010 que o Lime Group auxiliou indevidamente seus usuários na pirataria de gravações digitais. Ela ordenou o fechamento do LimeWire em outubro. Um julgamento para determinar a indenização começa em 2 de maio.

0 comentários:

Apresentação!


Aproveite nosso conteúdo e informação. Possuímos um grande arsenal de vídeo-aulas administradas pelo nosso companheiro de equipe Danyel Willian, Assistente de TI, Bacharel em Sistema de Informação e certificação em ITIL FOUNDATION; e postagens para melhor prepará-lo para concursos que relacionem à área de TI.

Espero que gostem de nossas postagens e videoaulas, e que possam com nossas informações adquirir um grande desenvolvimento social e tecnológico nesta área tão requisitada atualmente no mercado de trabalho.

A Equipe Informática Inteligente agradece a preferência!


Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Equipe Informática

Equipe Informática Inteligente

Proprietário e ADM Principal

Danyel Willian

Autora - Assessora de Comunicação Digital

Júlia Medici


Autor - Técnico e Professor em TI. Formação em Administração de Empresas

Felipe Aguiar

Autor - Engenheiro da Computação

Julius Cardoso


Outros Administradores

Danilo Alves

Flávio Santos





Mural de Recados

Seguidores

Arquivo do blog

Parceiros/Concursos

Parceiros Aleatórios