Terremoto no Japão pode afetar iPad 2
Apesar de ser montado na China, o iPad 2, da Apple, pode ter sua produção prejudicada pelo terremoto no Japão


SÃO PAULO - Embora muitos equipamentos eletrônicos, incluindo o iPad 2, sejam montados na China, uma parte fundamental dos componentes usados neles vem do Japão.


Fábricas de empresas como Sony, Hitachi e Mitsubishi foram danificadas pela catástrofe que atingiu o país. Algumas delas podem levar vários meses para voltar a operar normalmente. Como resultado, já se prevê que haverá falta de componentes eletrônicos no mercado mundial.

Um relatório da empresa Daiwa Securities, de Hong Kong, citado pelo site Bloomberg, diz que o Japão fornece 40% dos componentes eletrônicos usados no mundo. A produção foi suspensa em diversas fábricas do norte do país, seja pelos danos às instalações ou pela falta de energia elétrica. "Pode demorar de um a três meses para a produção ser retomada", diz o relatório.


Um dos componentes que devem ter seus suprimentos mais prejudicados são as baterias de lítio, usadas em praticamente todos os aparelhos portáteis. Um levantamento do serviço de informações Digitimes, de Taiwan, aponta que o Japão fornece 56% dos produtos químicos e materiais usados na fabricação dessas baterias.


Várias das fábricas que produzem esses suprimentos sofreram danos causados pelo terremoto ou pelo tsunami. TDK, Hitachi e Mitsubishi, por exemplo, têm fábricas na região mais atingida, no norte do Japão. Todas tiveram sua produção afetada.





Já a Sony teve a produção paralizada em oito fábricas. Duas delas, que produzem baterias, ficam em Fukushima, não muito longe da central nuclear Fukushima Dai-ichi, onde o vazamento de radiação obrigou à evacuação da população. A Hitachi também possui instalações na área evacuada próxima à central nuclear.


Sony e Hitachi são, também, grandes fabricantes de um material conhecido como filme condutivo anisotrópico, que é usado na montagem de telas LCD. Outro material empregado no LCD, o filtro polarizador, tem, entre seus principais fabricantes, a Fujifilm japonesa, que enfrenta problemas em suas fábricas. Especialistas apontam, ainda, que a fabricação de LCD é um processo delicado, que pode ser bastante prejudicado pelos cortes de energia que vêm ocorrendo no Japão.


No caso específico do iPad 2, o site All Things Digital aponta que, embora sua bateria seja montada na China, há indícios de que as células que a compõem sejam fabricadas no Japão. Trata-se de uma bateria muito fina. Seu formato incomum estaria fora dos padrões habituais chineses, exigindo o uso de células japonesas.


Considerando isso, e o efeito geral da catástrofe na indústria de componentes, é muito provável que a Apple enfrente problemas para manter o ritmo da produção.

0 comentários:

Apresentação!


Aproveite nosso conteúdo e informação. Possuímos um grande arsenal de vídeo-aulas administradas pelo nosso companheiro de equipe Danyel Willian, Assistente de TI, Bacharel em Sistema de Informação e certificação em ITIL FOUNDATION; e postagens para melhor prepará-lo para concursos que relacionem à área de TI.

Espero que gostem de nossas postagens e videoaulas, e que possam com nossas informações adquirir um grande desenvolvimento social e tecnológico nesta área tão requisitada atualmente no mercado de trabalho.

A Equipe Informática Inteligente agradece a preferência!


Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Equipe Informática

Equipe Informática Inteligente

Proprietário e ADM Principal

Danyel Willian

Autora - Assessora de Comunicação Digital

Júlia Medici


Autor - Técnico e Professor em TI. Formação em Administração de Empresas

Felipe Aguiar

Autor - Engenheiro da Computação

Julius Cardoso


Outros Administradores

Danilo Alves

Flávio Santos





Mural de Recados

Seguidores

Arquivo do blog

Parceiros/Concursos

Parceiros Aleatórios