segunda-feira, 11 de abril de 2011

'Mortal Kombat' vaza no Brasil e produtor se decepciona com o país

'Mortal Kombat' chega oficialmente às lojas brasileiras no dia 28 de abril
'Mortal Kombat' chega oficialmente às lojas brasileiras no dia 28 de abril











O tão aguardado “Mortal Kombat” tem sua data de lançamento marcada para o dia 19 de abril nos EUA e dia 28 no Brasil. No entanto, o brasileiro Kaleb Kettle, 26 anos, “vazou” com o jogo antes da hora.
Morador na cidade de Manaus, no Amazonas, Kaleb conseguiu uma cópia de “Mortal Kombat”– versão para PlayStation 3 - direto da Zona Franca de Manaus, local onde o game é fabricado, e não hesitou em exibir seu feito no Youtube.
Durante à tarde do último domingo (10), foram disponibilizados dois vídeos pelo usuárioKalebmk09, neles eram possíveis ver detalhes da versão final de “Mortal Kombat”, como golpes de personagens que ainda não haviam sido divulgados.
Os vídeos geraram burburinho no Twitter e Hector Sanchez, produtor do título, não demorou a se pronunciar. Hector, que já esteve diversas vezes no Brasil e já até se expressa em bom português, disse: “Eu trabalhei muito para ter certeza de que tratamos o Brasil com respeito. Eu não posso acreditar que isso aconteceu. Estou decepcionado”.
E o seu descontentamento vai além: “Todo este trabalho que temos feito no que diz respeito ao mercado brasileiro já está arruinado por causa de alguém sem bússola moral. Ladrões não merecem o seu respeito. Eles vão arruinar a experiência para todos os verdadeiros fãs brasileiros”, completou Hector em seu Twitter.
Açoitado pela confusão, Kaleb chegou a mudar a descrição de um dos vídeos e em seguida apagou sua conta no Youtube. Em resposta as dúvidas de onde teria vindo o jogo, Kable explicou da seguinte maneira: “O jogo não vazou, moro perto da fábrica da Sony no Brasil... peguei uma cópia lá, nada além disso”.
moleque











Kaleb também divulgou a foto acima exibindo o disco de “Mortal Kombat” versão para PlayStation 3. Neste momento, os vídeos de Kaleb foram tirados do ar junto com outros perfis de usuário.
Se não bastasse todo o tumulto, Kettle ainda pode ter gerado lucro com outras cópias do jogo. De acordo com o fórum da comunidade "PlayStation 3 - PS3 (OFICIAL)", o amazonense anunciou a venda de cinco cópias do jogo no fórum, todas sem embalagem e manual, apenas o disco. Ao que tudo indica, os jogos foram vendidos a preços entre R$ 140 e R$ 150.
A Warner Games Brasil, distribuidora do jogo no país, prepara um comunicado oficial.
_

Nenhum comentário: