terça-feira, 10 de maio de 2011

Anonymous é atacado por um membro do próprio grupo

Anonymous
Uma guerra dentro do grupo de hacktivistas Anonymous começou neste fim de semana, depois que a principal rede do grupo foi hackeada. Segundo o siteArs Technica, a rede usada pelos Anonymous para planejar e realizar ataques foi tomada por um dos próprios moderadores. O ataque foi responsável pelo início de um debate sobre a "liderança" do grupo.  

O principal servidor de comunicação usado pelos Anonymous tem sido administrado por uma facção, chamada AnonOps. Através de dois sites, qualquer internauta se conectava ao servidor para se unir a um ataque. 

Aproveitando essa brecha, um dos moderadores da AnonOps, conhecido como Ryan Cleary, atacou durante este fim de semana os servidores da rede, sem que a facção soubesse. Agora, o garoto de 18 anos está controlando os dois principais sites do grupo, o anonops.ru e o anonops.net. Estas são as portas de entrada usadas pelos internautas de todo o mundo para se unirem aos ataques liderados pelos Anonymous.

De acordo com o site Metro.uk, em uma mensagem postada no blog oficial dos Anonymous, a AnonOps confirmou que os sites foram hackeados. "Nós lamentamos informar que hoje nossa rede foi comprometida por um ex-moderador", dizia o post. "Ele não estava gostando da estrutura de liderança dos administradores da rede AnonOps e decidiu organizar um ´golpe de Estado´", completaram.  

Ryan, que é de Essex, no Reino Unido, disse que ele e seus aliados haviam formado um novo grupo em protesto ao AnonOps, que tinha passado a comandar de forma centralizada. "Invadir o sistema dos Anonymous foi lamentável, mas era necessário", disse o hacktivista.  

O grupo Anonymous já foi responsável por diversos ataques de protesto. Este ano eles derrubaram sites do Egito, após o governo ter censurado o Twitter,tomaram conta dos sites da Sony e até defenderam o Wikileaks, atacando sites de empresas que se recusaram a colaborar com o projeto 

Nenhum comentário: