sexta-feira, 13 de maio de 2011

Facebook pagou empresa para difamar Google


SÃO PAULO - O Facebook contratou uma empresa de assessoria de comunicação para tentar plantar notícias e difamar o Google nos Estados Unidos.
A empresa de Mark Zuckerberg procurou a empresa de relações públicas Burson-Marsteller – uma das cinco maiores do mundo - para divulgar junto à imprensa americana como o Social Circle, uma nova função do Gmail, invade a privacidade dos usuários e viola as leis federais relativas ao assunto.
A Burson-Marsteller até teria se oferecido para ajudar um blogueiro a elaborar um post sobre o assunto. A farsa veio à tona quando o blogueiro registrou e divulgou as mensagens trocadas entre as partes.
Procurado, o Facebook confirmou a contratação da BM. De acordo com um porta-voz da empresa, dois motivos levaram à prática: primeiro, o interesse da população em conhecer os métodos do Google, e segundo, porque o Facebook teme que o Google use suas informações na construção de uma nova rede social.
Em nota, a BM, que também possui escritórios no Brasil, lamentou o episódio.
“O cliente pediu que seu nome ficasse em sigilo com base no fato de que estava contratando a BM para lançar luz sobre informações de domínio público. Todas as informações fornecidas à mídia poderiam, portanto, gerar questionamentos pertinentes e ser verificadas por meio de fontes independentes.
Não obstante a justificativa, este não é um procedimento aceito na Burson-Marsteller e contraria nossas políticas. Deveria, por essa razão, ter sido recusado. Nossa relação com os meios de comunicação é pautada por padrões estritos de transparência no que tange aos clientes, e este incidente reforça a inquestionável importância desse princípio”, diz a nota divulgada pela empresa.
O Google ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Comentário: Não acho justo que o Facebook por ser uma grande rede social hoje, use artimanhas para prejudicar uma empresa tão bem sucedida como a google, é jogar com uma balança desproporcional pendendo para o lado mais sujo.

Nenhum comentário: