sexta-feira, 6 de maio de 2011

Metade dos endereços da internet brasileira está fora do ar

Site da NAP do Brasi / Foto: Reprodução
RIO - Metade dos servidores que decifram todos os endereços de sites da internet brasileira está inoperante há algumas horas. Segundo o consultor de redes Durval Menezes, não se trata de uma falha de rede. Entretanto, a expectativa é de que caso os servidores voltem a funcionar imediatamente, ele só se normalizem em até 48h para acessos mundiais.

TWITTER :Siga o @DigitaleMidia


- Dois dos seis servidores DNS localizados no provedor de infraestrutura Terremark estão fora do ar. Não é um problema de rede, já que a própria página do provedor está fora do ar. Não se pode descartar a possibilidade de uma invasão ou de um ataque DoS (denial of service = negação de serviço) - explica o especialista. - Na verdade, quem provê o serviço de DNS propriamente dito é o NIC.br. Mas a infra é a Terremark.

A unidade da Terremar em nosso país opera o NAP do Brasil, um importante PTT (Ponto de Troca de Tráfego) localizado na cidade de Barueri, próximo à capital do Estado de São Paulo. A sigla PTT é uma tradução do acrônimo NAP (Network Access Point) e representa um local que interliga diversas redes de computadores.
Segundo a Wikipédia, fisicamente o PTT é constituído de um data center que abriga e interliga os equipamentos de comunicação dos diversos provedores de internet que participam das trocas de tráfego de dados.

A operação do NAP do Brasil está a cargo da empresa Terremark desde 2004 e a empresa também opera outros importantes PTTs na América do Norte e na Europa. Esse serviço foi iniciado quando a Terremark obteve a concessão para explorar os serviços de troca de tráfego de importantes empresas brasileiras. Até então estes serviços eram efetuados pela FAPESP.

Durval explica que a tela acima mostra que o erro acontece mesmo quando a consulta parte dos próprios servidores do NIC.BR.

Segundo Frederico Neves, chefe do NIC.BR, durante uma atualização de configuração em parte dos cluster de servidores DNS A e B da internet brasileira, houve um problema operacional.

- Por ora, a decisão foi remover dois servidores, A, B e C, até que a situação seja contornada - explicou.
Os clusters DNS D, E e F não têm problemas operacionais e encontram-se respondendo normalmente.

- Os clusters foram removidos de operação às 16h39m e caches que implementem corretamente o "negative-caching" após as 16h44m não deveriam continuar tendo problemas. Caso o problema persista, estes servidores devem ter seus caches totalmente reiniciados - complementa Frederico em e-mail enviado para a lista de engenheiros da internet brasileira. - Mais tarde após a normalização dos serviços retornaremos com mais informações sobre o ocorrido.

Nenhum comentário: