terça-feira, 10 de maio de 2011

PSN segue sem prazo e Brasil sem garantias


SÃO PAULO – A Sony afirmou que não tem um prazo fixo para restabelecer os serviços da PlayStation Network (PSN) e Qriocity, desativados desde o final de abril.
A empresa havia informado em seu blog que os serviços estariam normalizados no dia 4 de maio, duas semanas após a invasão hacker que tirou o PSN do ar.
Mas após observar que o ataque também atingiu sua rede dejogos online Sony Online Entertainment, a empresa agora afirma que ainda realiza testes em suas nova rede antes de liberar o acesso novamente aos usuários.
É possível que os serviços voltem a funcionar ao final do mês de maio, mas a Sony não confirma essa informação e alega que só irá liberar o acesso quando todos os testes forem realizados e trouxerem resultados satisfatórios de segurança.
A empresa também afirmou que irá disponibilizar um seguro sobre os dados pessoais dos usuários, avaliado em cerca de US$ 1 milhão para cada pessoa. Porém, essa vantagem só será válida para os norte-americanos, pois para as outras regiões isso implicaria em processos muitos complexos, segundo a Sony. 
“Cada país tem um procedimento diferente para os casos que tiverem problemas com suas contas. Estamos analisando hoje as melhores possibilidades e soluções para nossos clientes da região [América Latina, incluindo Brasil] e, quando tivermos este programa pronto para ser anunciado, forneceremos as particularidades dos serviços específicos de cada país e explicaremos como aderir ao programa. Nós daremos mais detalhes assim que possível”, afirmacomunicado oficial da Sony.

Nenhum comentário: