sexta-feira, 17 de junho de 2011

Garoto de 15 anos vende startup que criou



São Paulo – Em uma transação de valor não divulgado, a startup norte-americana Phenona foi vendida à companhia canadense ActiveState na última terça-feira (14/06).

Seria uma notícia quase corriqueira – visto que a aquisição por uma empresa maior é o caminho natural de muitas startups –, não fosse o fato de que o CEO e fundador da startup em questão é um jovem de apenas 15 anos.

Daniil Kulchenk, que começou a trabalhar na ideia por trás do negócio dois anos atrás, será incorporado ao time da ActiveState, mas vai trabalhar apenas meio período – na outra metade do dia, continua frequentando o colégio.

O jovem de Seattle começou a “brincar” com a programação em HTML aos seis anos de idade e, aos 11, já era administrador Linux freelancer.

“A Phenona nasceu com uma ideia dois anos atrás: oferecer a melhor maneira possível de implementar aplicações Perl na nuvem com o mínimo tempo e esforço”, ele conta, no blog da empresa.

A ActiveState, empresa especialista na linguagem de programação Perl que adquiriu a startup, foi fundada em 1997, quando Kulchenk tinha apenas um ano de idade.

"Daniil é um programador talentoso e compartilha a nossa visão de simplificar o desenvolvimento na nuvem. A integração da Phenona com ActiveState vai permitir que as soluções baseadas em nuvem que estão sendo criadas por desenvolvedores e as empresas cheguem mais rápido ao mercado”, disse Bart Copeland, presidente e CEO da ActiveState, em comunicado oficial.
 
Em seu blog, ele se descreve como um “desenvolvedor de software, designer, escritor, ciclista, motorista”, que gosta de barcos, do Facebook, de se divertir e passar tempo com os amigos.

Nenhum comentário: