quarta-feira, 1 de junho de 2011

Microsoft quer limitar fabricantes de chips

 
 
SÃO PAULO – A Microsoft vem sugerindo aos fabricantes de chip interessados em usar a próxima versão do Windows para que trabalhem com somente um produtor de tablet.
A informação veio de diversas fontes ligadas ao assunto em entrevista ao site Bloomberg. Segundo consta, quem concordar com os termos de restrição, de um fabricante de chip para um design de tablet, receberá incentivos da Microsoft como possibilitar que um hardware tenha um bom desempenho ou que o software tenha queda de preços.


Limitar as variações poderá ajudar a Microsoft a acelerar o processo de fabricação de tablets com o novo sistema Windows, pois aumentará o controle sobre os parceiros e tornará mais rápido o desenvolvimento e teste dos produtos.

Porém, embora não seja um programa obrigatório, as restrições poderão impedir que fabricantes de chips e computadores produzam modelos variados de tablets baseados no Windows. De acordo com o programa, os fabricantes de chip também poderão selecionar um segundo produtor de hardware para notebooks que forem usar o novo sistema operacional.
 
Esta seria a primeira vez que um sistema Windows terá compatibilidade com a tecnologia ARM, o que irá aumentar a quantidade de fornecedores de chips. Desta forma, a proposta de um fabricante de chip escolher um produtor de hardware, poderá aumentar as chances de um sucesso inicial da empresa ao focar seus esforços em poucos designs de tablets, ao contrário do que ocorre com dispositivos que rodam Android, por exemplo.

Assim, produtores de hardware que não tiverem seu design escolhido ficarão de fora do suporte da Microsoft. Esta seria a grande aposta da empresa para concorrer com o iPad, da Apple, que segue essa mesma linha de pensamento, ao alinhar seu dispositivo com somente um fabricante de chip.

Se confirmado, o programa se aplicará somente para a versão do Windows que for utilizada em computadores móveis. Os desktops não terão esses limites. O novo Windows 8 poderá ser apresentado amanhã durante a feira Computex, em Taiwan e, segundo Steve Ballmer, CEO da Microsoft, os primeiros dispositivos com o sistema chegarão em 2012.

Nenhum comentário: