sábado, 18 de junho de 2011

Vacinação contra a pólio e o sarampo começa hoje no Estado

Começaram neste sábado (18) duas campanhas de vacinação para as crianças: conta a poliomielite - conhecida como paralisia infantil - e contra o sarampo. Conforme a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, todas as crianças menores de 5 anos devem receber as duas gotinhas para prevenir a poliomielite, também conhecida por paralisia infantil. No Estado, são mais de 656 mil crianças nessa faixa etária, 89 mil só em Porto Alegre. A segunda dose da vacina contra a poliomielite será aplicada a partir do dia 13 de agosto.

Além disso, todas as crianças de 1 ano a menores de 7 anos devem ser vacinadas contra o sarampo, mesmo que já tenham recebido a dose anteriormente. A dose tríplice viral também protege da rubéola e caxumba. Nessa idade, são 805 mil crianças no Estado, das quais quase 98 mil estão na Capital.

A meta da Secretaria é vacinar ao menos 95% de cada grupo. As doses estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios. Conforme as autoridades de saúde, as vacinas são seguras e podem ser dadas às crianças no mesmo dia, sem prejudicar a saúde delas. Pais e responsáveis devem levar o cartão de vacinação da criança para atualização das doses.

Em todo o País, postos de saúde abrem hoje para vacinar contra as doenças. A primeira fase da campanha contra o sarampo segue até o dia 22 de julho. Contra o sarampo, vacinam apenas os estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia, Ceará e Alagoas.

Crianças com febre acima de 38 graus Celsius ou com alguma infecção devem ser avaliadas por um médico antes de se vacinarem. Também não é recomendado vacinar crianças com problemas de imunodepressão (como pacientes com câncer e aids) ou que já apresentaram reação alérgica severa a doses anteriores.

A prefeitura da Capital aponta que, como têm ocorrido casos de sarampo no Rio Grande do Sul, é preciso que a população infantil esteja protegida. Já a pólio não tem registro no Brasil desde 1989, mas ainda há países onde a doença se manifesta.

Vacinação conta, em Porto Alegre, com dia de Passe Livre

Neste sábado, em razão da Campanha de Vacinação contra a Paralisia Infantil, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou que há Passe Livre na frota de ônibus da Capital.

Nenhum comentário: