sábado, 16 de julho de 2011

Ataques na web no Brasil crescem 287%




Já a quantidade de ataques a servidores, que exploram vulnerabilidades em aplicações da Internet e conseguem hospedar páginas falsas e inserir modificações nos sites originais, avançou 14% sobre o primeiro trimestre e 69 por cento sobre o mesmo período do ano anterior.
Segundo o CERT.br, tais dados confirmam a tendência de aumento de ataques a servidores verificada recentemente.
Entre 20 e 28 de junho, mais de 200 sites de órgãos públicos brasileiros foram alvo de hackers, de acordo com dados do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), incluindo o portal da Presidência da República, os sites da Receita Federal e do IBGE.
Os ataques a servidores apresentam tendência de crescimento desde 2007, afirmou o CERT.br, devido à utilização de sistemas mais complexos na elaboração de sites, que criam vulnerabilidades, e à falta da realização de checagens de segurança por parte de desenvolvedores.
Tentativas de fraude, propagação de códigos maliciosos e outros incidentes de segurança também cresceram na comparação anual.

Já a quantidade de ataques a servidores, que exploram vulnerabilidades em aplicações da Internet e conseguem hospedar páginas falsas e inserir modificações nos sites originais, avançou 14% sobre o primeiro trimestre e 69 por cento sobre o mesmo período do ano anterior.
Segundo o CERT.br, tais dados confirmam a tendência de aumento de ataques a servidores verificada recentemente.
Entre 20 e 28 de junho, mais de 200 sites de órgãos públicos brasileiros foram alvo de hackers, de acordo com dados do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), incluindo o portal da Presidência da República, os sites da Receita Federal e do IBGE.
Os ataques a servidores apresentam tendência de crescimento desde 2007, afirmou o CERT.br, devido à utilização de sistemas mais complexos na elaboração de sites, que criam vulnerabilidades, e à falta da realização de checagens de segurança por parte de desenvolvedores.
Tentativas de fraude, propagação de códigos maliciosos e outros incidentes de segurança também cresceram na comparação anual.

Nenhum comentário: