segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Jovem do LulzSec tem 750 mil dados sigilosos



São Paulo – A recente prisão de um jovem suspeito de integrar o grupo hacker LulzSec revelou que o rapaz possuía os dados de mais de 750 mil pessoas, armazenadas em 16 computadores.


O britânico Jake Davis, de 19 anos, foi preso na semana passada no Reino Unido acusado de utilizar o codinome “Topiary”, que seria uma das principais lideranças do LulzSec, envolvidos nos ataques contra CIA, Sony Pictures e The Sun (quando uma notícia falsa no site alegava que o magnata Rupert Murdoch havia morrido).

Em sua casa, a polícia apreendeu 16 computadores que, segundo informações, continham dados de login, de mais de 750 mil pessoas. Porém, Davis não confirmou ser o hacker conhecido como “Topiary”, identificado pela polícia como o líder e porta-voz do LulzSec para comunicados na imprensa e no Twitter.

Davis participou de uma audiência hoje na Inglaterra, onde recebeu cinco acusações, incluindo conspiração para organizar ataques contra sites governamentais de agências de inteligência.

Agora o jovem deverá utilizar uma tornozeleira eletrônica e ficar longe da internet até o dia 30 de agosto, data marcada para sua próxima audiência. Na saída da corte, o jovem carregava um livro na mão com o título “Free radicals: The secret anarchy of science” (“Radicais liberais: a secreta anarquia da ciência”, em tradução livre).

Nenhum comentário: