sexta-feira, 30 de agosto de 2013

TECNOLOGIAS QUE FACILITAM A VIDA

A tecnologia cerca a nossa vida há tanto tempo que já não mais reconhecemos a sua importância. É o caso do telefone, que nos possibilitou falar com pessoas que estão do outro lado do mundo. A TV também mudou muito a sociedade quando nos possibilitou acompanhar as notícias em tempo real ou pelo menos, no mesmo dia em que aconteceram. E temos a internet, que engloba tudo isso: podemos falar e ver as pessoas que estão distantes com a facilidade de um clique, podemos acompanhar as notícias em tempo real e inclusive interagir com outras pessoas que também estão assistindo, foi o caso da Mídia Ninja, com as transmissões ao vivo das manifestações pela twitcam.

Ações inovadoras

Com a tecnologia acontece assim: ninguém percebe a falta delas, até a criação delas. Necessidades tecnológicas são criadas, o ser humano nunca pensou que a internet seria tão útil até ver que podia comprar, se consultar e encontrar o amor da sua vida com o auxílio de um IP. No Brasil e no mundo a cada dia nos deparamos com novos dispositivos que foram criados para facilitar a nossa vida. Abaixo, segue uma lista com as mais surpreendentes ferramentas.

Bula em áudio: Os deficientes visuais são um público que precisam de tecnologias constantemente para que o mundo se torne um lugar mais seguro e receptivo para eles. Em 2004, o SAC da Aché implantou uma central de telemarketing exclusiva para deficientes auditivos e a bula em áudio que facilita a vida dos deficientes visuais, idosos e analfabetos. Os CDs foram produzidos por uma ONG e hoje, 98,2% dos clientes estão satisfeitos com o atendimento.



Câmara fria: Vivendo em um país tropical, quando precisamos ir para um local frio nós geralmente levamos de tudo um pouco e acabamos por levar muita coisa inútil na mala e sentir frio do mesmo jeito. A Loja de Inverno analisou essa má experiência e introduziu em suas lojas a “Câmara Fria”, que como o nome sugere, é um local com temperaturas que alcançam 0º e simulam o frio que o cliente irá experimentar. Desta forma, ele pode escolher os casacos e demais acessórios de inverno com a certeza que de que ficará aquecido.





O Brasil é um dos países que despontam na área tecnológica e inovação. Quais são as outras tecnologias que você encontra no seu dia?



quarta-feira, 28 de agosto de 2013

E-COMMERCE: PORQUE ELE É BOM PARA VOCÊ


Você não vai a um lugar se não tiver wireless, seus amigos brigam com você quando em um encontro a sua atenção não sai do celular e todas as suas experiências gastronômicas e de viagens estão registradas no Instagram. O leitor pode até não perceber, mas já é um usuário 3.0 e está bem diferente do que éramos há 10 anos. Antes atividades como entretenimento, comunicação e computação eram designadas a determinados aparelhos. Para assistir programas, você deveria ligar a TV. Para fazer chamadas, o telefone. Para atividades de computação – que eram super complicadas – o computador. Para se manter informado, revistas ou jornais. Para comprar, teria de ir a alguma loja física. Com os smartphones, todas estas funções foram acumuladas em um só gadget. O que facilitou a vida de muita gente, porém nos tornou muito mais dependentes do celular.

Definitivamente, a vida migrou para o ambiente digital. Quem é antenado no mercado, seguiu os seus clientes e montou um site de e-commerce, inclusive, empresas tradicionalmente físicas. Outras, já começaram sua vida online e não pretendem mudar de meio. Os números não mentem e mostram o quanto o consumidor brasileiro tem se mostrado aberto a estas inovações: segundo a E-bit (empresa que avalia a satisfação de consumidores da área online), de 2008 a 2012, o volume de vendas nos sites brasileiros saltou de R$ 8,2 bilhões para R 22,5 bilhões. Para 2013, a expectativa é que o faturamento mais que dobre, chegando a R$ 28 bilhões.



Um dos motivos deste aumento se dá ao crescimento de lares com acesso à internet. De acordo com dados recentes divulgados pelo Ibope, cerca de 44,85% dos brasileiros estão online e, para as empresas que desejam crescer, nada melhor do que interagir com esse público. Porém, para ter um comércio digital, as estratégias que você já conhece como empresário offline não serão aplicadas. Não basta ter um site bonito e boas promoções. O que efetivamente garante o aumento na venda é a rapidez, eficiência e, principalmente, a funcionalidade do site.

Para o sócio e diretor executivo da Fizzy Marketing Digital, Mattheus Rocha, o empresário tradicional pode esperar grandes mudanças na adaptação para o meio online: “É natural que o ser humano tenha apego ao que já é conhecido e tradicional, o que implica em uma certa insegurança de se investir em técnicas relativamente novas e que ainda não são conhecidas do grande público. As lojas virtuais estão crescendo cada vez mais. Além de representarem um custo operacional baixo em comparação com a administração de lojas físicas, o consumo está migrando para a internet e para o mobile. Além disso, o mercado digital está recebendo a ascendente classe C, que já representa 21% do consumo em lojas virtuais, fenômeno semelhante ao experimentado pelo comércio tradicional há alguns anos” – analisa.


Após garantir que o seu e-commerce está funcional, bonito, seguro e oferece rapidez aliada à qualidade, é hora de divulgar. E as redes sociais são ótimas para isso. Por meio de fanpages no Facebook é possível divulgar seus produtos, atualizar os clientes a respeito de conteúdos relacionados à sua marca e, ainda, atrair mais clientes! A internet está batendo à sua porta com um admirável mundo novo de oportunidades, que tal aproveitar?

terça-feira, 27 de agosto de 2013

E-MAIL MARKETING: VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISSO ERRADO

Você tem uma empresa que está crescendo e quer aumentar o seu lucro. Pesquisou na web e viu que e-mail marketing é uma boa forma de conseguir novos clientes. Nos primeiros sites, viu que é preciso montar um e-mail institucional e que isso vai gerar um investimento. Conversou com o seu sobrinho-que-entende-de-internet e, segundo ele, pagar por e-mail marketing é besteira. Ao seguir o conselho de seu sobrinho-que-entende-de-internet, você começa a disparar e-mails para todos os endereços que você também achou na web. Com o passar das semanas você descobre que o barato, saiu caro. Os e-mails da sua empresa foram bloqueados e, na web, sua empresa já perdeu a credibilidade.

Parece mentira, mas não é. Ao pedir auxílio a quem você não conhece, suas chances de conseguir sucesso online são muito reduzidas. “A cultura da internet traz muito essa ideia de que tudo é fácil e gratuito. Pensando assim, as pessoas deixam de conseguir um serviço de qualidade e, com isso, gasta-se tempo e a empresa ainda corre o risco de ser mal vista pelos buscadores” – define Elton Aquino, sócio-fundador da Target host.



A seguir, dicas essenciais para entender a importância desta ferramenta:

  • O LUCRO NÃO VEM DE GRAÇA: Você, um empreendedor bem sucedido já aprendeu que para conseguir sucesso, tem que batalhar e investir pesado. Na internet não é diferente. Além do tempo que se gasta para fazer uma campanha direcionada, utilizar um e-mail institucional é essencial para conseguir a credibilidade que você deseja. As melhores ferramentas para este fim são pagas e não decepcionam.
  • É PRECISO ESTUDO PARA CRIAR UM E-MAIL MARKETING: Não é uma ferramenta fácil. Enviar um e-mail marketing envolve vários conceitos, planejamento e estratégia. Os detalhes necessários na hora de escrever um texto que será enviado para o seu cliente ou prospect são diversos: linguagem adequada, atenção com as palavras com o potencial de SPAM, cuidado com o tamanho da mensagem. E somente um profissional, que estudou para isso, poderá te ajudar a alcançar o seu objetivo.
  • QUANTIDADE NÃO É QUALIDADE: É muito melhor para a sua empresa enviar e-mail para 100 usuários potenciais do que 1.000 usuários que não estão dentro do seu público-alvo. Ao planejar uma campanha de e-mail marketing, o profissional verifica qual é o seu target e qual a linguagem ideal para ele.
  • BOM PARA TODOS: Não importa o tamanho do seu empreendimento, o produto que você vende ou até mesmo se você é um profissional liberal. E-mail marketing é uma ferramenta de marketing digital que se adequa à qualquer necessidade comercial. Quem quer ser conhecido pelo mercado e manter uma conexão com o seu público e ser sempre lembrado, esta ferramenta é a escolha certa.

Agora que você já sabe que seu sobrinho-que-entende-de-internet não entende tanto assim, que tal dar mais atenção à esta técnica?

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Central das Emoções - Motivação Pessoal



Não preciso ser nenhum especialista para dizer que a mente ou o córtex cerebral é o responsável por gerenciar nossas emoções e sentimentos. 

No atual modelo capitalista que vivemos a educação não está centrada a desenvolver uma capacidade de pensar, raciocinar e semear ideias. No atual modelo, estamos despreparados para passar por perdas, frustrações, melancolias, medos, rejeições e todos os sentimentos que nos perturbam.

Não prego uma verdade, mas posso dizer que a base da educação deve cuidar da saúde mental de cada individuo, deve instigá-lo a ir além, deve lhe propor o questionamento de algo, a pensar de forma diferente, a criticar algo que lhe parecer errôneo, a defender de seus ideais, pois só dessa forma estará exercendo o papel da liberdade. 

É preciso gerenciar a mente a fim de lutar diante das dificuldades e persistir mesmo que tudo dê errado. Se Abraham Lincoln tivesse desistido não teria sido o 16º Presidente dos Estados Unidos da América do Norte. Ele foi derrotado em inúmeras eleições; abriu empresas e não prosperou, mas enfim, conseguiu vencer por que não desistiu de seus ideais. Seu córtex cerebral não cedeu às derrotas, mas desenvolveu a capacidade de pensar, e o mais importante: sonhar e nunca desistir.

Quanto a nós, espectadores e leitores, será que vamos desistir quando as batalhas da vida nos sufocarem ou lutaremos por nossos ideais e as venceremos?

Autor: Danyel Willian

CHROME CAST – COMPRE O SEU ANTES DE CHEGAR AO BRASIL



Na primeira olhada ele é fácil de confundir com um pendrive: ele é pequeno, leve e possui um conector microUSB. Mas a sua função é bem mais que armazenar arquivos: o Chromecast é o mais novo gadget do Google que compartilha filmes e conteúdos da web direto para a TV. O aparelho que funciona ao conectar na tv, reproduz o conteúdo online por meio de internet wireless.

Para usar o gadget é preciso baixar o app oficial Chromecast no smartphone ou tablete com sistema Android, como o aplicativo ainda não está disponível fora dos EUA, o usuário pode realizar uma busca na web ou realizar a configuração pelo navegador, no site do Chromecast. Na primeira conexão com a TV, a configuração é feita por este aplicativo oficial. Após este procedimento, os aplicativos do YouTube, Netflix, Vimeo e Google Play Movies são reconhecidos no aparelho.

O problema é que esta inovação ainda não tem data definida para ser vendida no Brasil ou em qualquer outro país, exceto os Estados Unidos. Algumas lojas online internacionais já disponibilizam o gadget para a venda, porém o prazo de entrega pode chegar até 90 dias. Há também a alternativa de que se você conhece algum americano ou amigo que vai visitar a terra do Tio Sam, peça para ele comprar para você. 

Se você não tem amigos que se encaixem na descrição e não quer esperar 3 meses para receber o seu produto, uma boa opção é acessar sites de empresas nacionais que trabalhem com a venda de produtos importados. A BoxBrazil é uma das empresas que você pode consultar. Funciona assim: Você se registra no site da BoxBrazil e eles vão te dar o endereço do depósito deles nos EUA, feito isto, você faz a compra no site gringo, pede para entregar neste local e todo o procedimento da importação, são eles que cuidam. Ou seja, simples e fácil.

Para te deixar com água na boca, o Google lançou um vídeo demonstrando as maravilhas do Chromecast. Assista e se surpreenda!


Autora: Júlia Medici - Assessora de Comunicação Digital

Importância do Desenvolvimento de Software Seguro




É importante que o software seja desenvolvido com segurança, a fim de diminuir o número de vulnerabilidades, que a cada ano vem crescendo. Para tanto, os requisitos de segurança da informação precisam ser incorporados em cada etapa do desenvolvimento, desde, o início do desenvolvimento de software até a etapa de implantação, pois quanto mais cedo forem identificadas as vulnerabilidades, menores serão os gastos no projeto, sendo de suma importância que os níveis de segurança de um produto sejam mensurados de acordo com o risco que apresenta. 

No desenvolvimento do software é importante conhecer as vulnerabilidades de cada etapa do desenvolvimento para que as ameaças iminentes possam ser removidas da forma mais célere possível, eliminando assim os riscos da má gestão de custos e da descoberta de vulnerabilidades já na finalização do software. Quando a empresa sofre essas ameaças (ataques ou tentativas de ataques) é importante coletar as situações anteriores, a fim de que, os dados possam ser analisados sempre que um novo sistema for desenvolvido. 

Como já dito, os níveis de segurança alteram de acordo com o âmbito de negócio que a empresa possui, logo é importante é importante reunir os *stakeholders para propor quais serão os critérios de avaliação para a implantação da segurança e quais serão os níveis de segurança.

Para que os problemas no desenvolvimento de softwares sejam atenuados, é preciso adotar padrões de códigos, normas e manuais de segurança a fim de que se possam evitar erros no código fonte, além da etapa de testes que será muito importante a cada nova implementação de levantamento de requisitos.

*stakeholders - parte interessada ou interveniente.


Autor: Danyel Willian